Sociologia do Brasil negro: a pedagogia do pensamento de Clóvis Moura

Wellington Narde Navarro da Costa

Resumo


O presente artigo discute a importância da obra de Clóvis Moura para o pensamento sociológico brasileiro, de forma geral, e para o ensino de Sociologia no Ensino Médio, de maneira específica. O emprego de aspectos da produção teórica do autor permite a emergência de narrativas contra-hegemônicas sobre temas fundamentais da disciplina sociológica, assim como a legislação em vigor referente à Educação Básica – artigo 26-A da LDB – fornece o suporte legal para que esse debate contribua com uma educação antirracista. Nesse sentido, o artigo parte de noções conceituais da obra de Moura – escravismo pleno, escravismo tardio e quilombagem –, e propõe reflexões sobre o protagonismo da população negra e seus desdobramentos na história e na formação da nação brasileira. Tais reflexões balizam a análise de discurso realizada junto aos livros didáticos de Sociologia do PNLD – 2015, traçando os limites e a ausência da questão racial como tarefa intelectual de primeira ordem.

Palavras-chave


Sociologia. Educação. Racismo. Marxismo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/cpg.v17n1.8422

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Cadernos de Pós-graduação
ISSN da versão online: 2525-3514
www.cadernosdepos.org.br