A instrução pública da criança Quilombola paranaense na primeira república

Lucia Mara De Lima Padilha

Resumo


O presente texto tem por objetivo apresentar os resultados de uma pesquisa bibliográfica e documental sobre a (in) existência de um projeto educacional para as crianças quilombolas no Paraná, no início do século XX. Período este em que os discursos liberais republicanos propagaram a ideia de ‘liberdade’ e ‘igualdade’ e propuseram que a educação fosse oferecida pelo Estado e estivesse ao alcance de todos.  No entanto, houve a preocupação, por parte do Estado, em se criar um projeto educacional para o atendimento das crianças negras paranaenses que moravam nas regiões periféricas dos centros urbanos ou nos Quilombos? A patir do estudo realizado, conclui-se que não nas primeiras décadas após a abolição da escravatura no Paraná algumas crianças negras quilombolas tiveram acesso às escolas públicas, no entanto, isso não significou a garantia e a efetividade do direito ao acesso de todas elas às escolas.


Palavras-chave


Negros. Quilombos. Educação. Paraná

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/cpg.v17n1.8425

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Cadernos de Pós-graduação
ISSN da versão online: 2525-3514
www.cadernosdepos.org.br