Cecília Meireles e sua atuação política na educação brasileira: literatura, jornalismo e feminino

Nubea Rodrigues Xavier, Magda Sarat

Resumo


O artigo é um recorte de tese de doutoramento e tem como objetivo compreender o contexto educacional brasileiro sob o viés literário e histórico, entre 1930 e 1940, período em que os processos de engajamento social feminino se refletem na figuração educacional e política do país, descrita na produção jornalística e literária de Cecília Meireles. Cecília publicou materiais pedagógicos como cartilhas e livros infantis, escrevendo diariamente no jornal Diário de Notícias, na seção Página de Educação, coluna Comentário, de 1930 a 1933, e posteriormente em 1941. Nossas fontes se pautaram nessas publicações, por ter embates, críticas, discussões e orientações aos educadores em defesa dos direitos da criança. Como resultado, almejamos compreender em que modo a literatura perpassa a produção escrita da autora, e quais as implicações a partir dos equilíbrios de poder existentes na figuração da política educacional brasileira.


Palavras-chave


Escrita literária. Educação. Relações de poder.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.N30.10669

Direitos autorais 2018 Dialogia



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Dialogia

ISSN da versão online: 1983-9294
ISSN da versão impressa: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br