Contradições entre linguagem escrita e código alfabético: O que revelam professoras sobre a apropriação da escrita pelas crianças na educação infantil

Máira Cristina Rodrigues, Ana Maria Esteves Bortolanza

Resumo


O artigo é parte de uma pesquisa qualitativa (2017) desenvolvida em uma escola pública de Educação Infantil situada no interior do Estado de Minas Gerais. Tem como objetivo analisar o que pensam seis professoras sobre o processo de apropriação da escrita por crianças de 4 e 5 anos, por meio de entrevistas semiestruturadas como procedimento metodológico. O estudo fundamenta-se nos pressupostos de Vigotski e seus colaboradores e em autores contemporâneos como Arena, Jolibert, Foucambert e Mukhina. Os resultados mostram a ausência de uma base teórico-metodológica para ensinar a escrita como linguagem em movimento, em diferentes usos e funções, revelando as contradições entre ensinar a linguagem escrita e ensinar o código alfabético. Conclui-se que é necessário formar professores que reflitam seus papeis como mediadores da cultura escrita, tendo como foco a formação de crianças autoras e leitoras em que a linguagem escrita é a fonte de desenvolvimento infantil. Isso demanda novas pesquisas que explicitem como se realiza esse processo e sua relação com o desenvolvimento infantil.


Palavras-chave


Formação de professores. Educação Infantil. Apropriação da linguagem escrita.

Texto completo:

PDF

Referências


ARENA, D. B. As letras como unidades históricas na construção do discurso. Cadernos Cedes, Campinas, v. 33, n. 89, p. 109-123, jan./abr. 2013.

BORTOLANZA, A. M. E. O professor: um leitor escolarizado. 2005. Dissertação de Mestrado, UFMS, Campo Grande, 2005.

FOUCAMBERT, J. Modos de ser leitor: aprendizagem e ensino da leitura no ensino fundamental. Curitiba: Editora UFPR, 2008.

JOLIBERT, J. Formando crianças leitoras. Porto Alegre: Artmed, 1994.

MELLO, S. A. Infância e humanização: algumas considerações na perspectiva histórico-cultural. Perspectiva, v. 25, n. 1, p. 83-104, 2007.

MUKHINA, V. Psicologia da idade pré-escolar. São Paulo: Martins Fontes. 1996.

VIGOTSKI, L. S. A pré-história do desenvolvimento da linguagem escrita. In: Obras Escogidas. v. III. Madri: Visor, 2000.

VIGOTSKI, L. S. Imaginação e criação na infância. São Paulo: Ática, 2009.

VIGOTSKI, L. S. A construção do pensamento e da linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 2010.




DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.N31.11529

Direitos autorais 2019 Dialogia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Dialogia

ISSN da versão online: 1983-9294
ISSN da versão impressa: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br