A escolha profissional na perspectiva do estudante do ensino técnico de nível médio

Nonato Assis de Miranda, Mateus Reis Santos, Arcy Pires Piagetti Junior

Resumo


o objetivo desta pesquisa foi identificar as motivações das escolhas profissionais de um grupo de adolescentes, bem como as intervenções do meio familiar nesse processo. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa realizada com adolescentes concluintes do Ensino Técnico de Nível Médio cujos resultados mostram que dentre os motivos que levaram as adolescentes a realizar a escolha profissional destaca-se a realização pessoal, mas o retorno financeiro esteve bastante presente, principalmente, na perspectiva das orientações parentais. A despeito da variedade de novas carreiras no mercado, esse aspecto não sobrepôs às carreiras mais tradicionais na hora da decisão das adolescentes, contudo, a influência familiar foi decisiva nesse processo. Ademais, a formação técnica de nível médio, segundo as participantes, não garante um bom emprego, é necessário ter um curso superior que facilitará a inserção delas no mercado de trabalho. Esse resultado permite fazer duas considerações: a) a preferência pela profissão em nível superior sobrepõe à de nível médio; b) a escolha da carreira continua tendo influência do núcleo familiar mesmo quando os adolescentes afirmam o contrário. 


Palavras-chave


Adolescência. Ensino Técnico de Nível Médio. Escolha Profissional.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.N30.8005

Direitos autorais 2018 Dialogia



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Dialogia

ISSN da versão online: 1983-9294
ISSN da versão impressa: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br