Alguns estudos sobre evasão e persistência de estudantes

katia Siqueira de Freitas

Resumo


Neste artigo, discutem-se alguns trabalhos que tratam da evasão e da persistência de estudantes no sistema educacional presencial e a distância. As pesquisas mencionadas foram realizadas em vários países, tais como Inglaterra, Estados Unidos, Costa Rica, Venezuela, Uganda e Brasil. Na primeira parte do texto, apresentam-se mais estudos realizados no sistema presencial, e na segunda, pesquisas realizadas no sistema a distância e, mais especificamente, nas fases consideradas de primeira e segunda gerações de educação a distância. Neste artigo, verifica-se que as instituições educacionais podem e devem implementar serviços de apoio aos estudantes para prevenir evasão e ajudá-los a ter sucesso educacional.

Palavras-chave


Educação a distância. Evasão de estudantes. Persistência.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.v11i1.1062

Direitos autorais



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br