A naturalização do preconceito na formação da identidade do afro-descendente

Ricardo Franklin Ferreira, Amilton Carlos Camargo

Resumo


O presente trabalho, partindo de duas situações paradigmáticas do dia-a-dia, aponta algumas especificidades de como o preconceito e a discriminação racial são veiculados no Brasil; de que maneira tais processos são alimentados e mantidos; pontua como esse contexto cria dificuldades na construção de uma identidade referenciada em valores positivos e a decorrente dificuldade no exercício da cidadania; e, finalmente, aponta um processo que possibilita a construção de uma identidade afro-centrada. É dada ênfase à situação escolar como um ‘lugar’ de retroalimentação desses processos.

Palavras-chave


brasileiro afrodescendente; preconceito racial; discriminação; identidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.v3i1.247

Direitos autorais



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br