Firmino Costa: um intelectual da República e o propósito educativo (1907 – 1937)

Juliana Cesário Hamdan

Resumo


O presente artigo pretende analisar a atuação do educador mineiro Firmino Costa, retomando antecedentes históricos que estão na base das formas de sua atuação política e intelectual. Para esta análise, recorremos ao trabalho de Alonso (2008), de Oliveira (1999) e de Carvalho (2003), considerando que esses trazem expressivas contribuições para a compreensão acerca das histórias das ideias em circulação no período, compreendido entre os anos que antecederam e as primeiras décadas da Proclamação da República. As três obras, ainda que a partir de objetos e objetivos distintos, rejeitam interpretações que, por um lado, tratam a ambiência intelectual da República por meio de clivagens de tipologias de intelectuais, que estariam absorvendo passivamente as teorias européias e americanas. E, por outro, as que são marcadas por estudos que focam as ações individuais, empenhados em levar a frente suas bandeiras ideológicas. Ao contrário, os autores entendem que os sujeitos estão imersos em determinadas ambiências culturais, constituídas pelas redes de sociabilidades e por repertório de ideias em circulação e, por isso mesmo têm formas distintas de atuação política e intelectual. E essa ambiência condiciona, em grande medida, as possibilidades de atuação. Assim, este artigo busca estabelecer conexões entre alguns elementos da ambiência cultural presentes nos anos que antecederam e nos que sucederam a República, relacionando-os às formas de atuação política e intelectual, que informaram a ação educacional do educador mineiro. Esse movimento analítico, por sua vez, exigiu que recorrêssemos a algumas das formulações teóricas de Antonio Gramsci, no que se refere aos sentidos da atuação dos intelectuais, como forma de compreendê-los a partir do contexto e das possibilidades de atuação que permitiriam ao educador mineiro a realização de seus intentos.

Palavras-chave


Educação; História; Intelectual.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n29.3380

Direitos autorais



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br