A universidade como estado de espírito: tradição e rupturas

Cleide Rita Silvério de Almeida, José Luis Vieira de Almeida

Resumo


Este texto desenvolve a crítica da universidade fordista e, ao mesmo tempo, resgata a concepção de universitas, atualizando-a, para, nesse processo, superar a ambas e, assim, construir o espírito da Universidade do Século XXI.

Palavras-chave


universidade; fordismo; conhecimento; carisma.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.v5i2.356

Direitos autorais



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br