Política de regulação e interiorização da formação de professores em nível superior: a experiência dos institutos superiores de educação no Rio de Janeiro

Waldeck Carneiro Carneiro, Flávia Monteiro de Barros Araujo, Fernando de Souza Paiva

Resumo


O artigo discute aspectos da política nacional de formação de professores, em especial a regulação dos Institutos Superiores de Educação, criados pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional em 1996, como subsídio para a análise do processo de interiorização daqueles institutos na rede estadual de educação do Rio de Janeiro. O trabalho revela que o maior problema enfrentado pelo Estado do Rio de Janeiro, no tocante à interiorização da formação de professores da educação básica em nível superior, é a ausência de uma política pública integrada, que seja capaz de articular os atores institucionais envolvidos (Estado, municípios e universidades) para atender, de forma mais racional, as expressivas demandas por formação de professores em nível superior, que se manifestam nas diferentes regiões do Estado

Palavras-chave


Política de Formação de Professores; Institutos Superiores de Educação; Interiorização da Formação de Professores - Rio de Janeiro.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n30.3709

Direitos autorais



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br