Relações entre a prática da educação a distância e a estrutura organizacional das universidades: processos de inovação e a tradição

Márcia Lopes Reis

Resumo


Considerando a educação a distância uma modalidade de ensino-aprendizagem, cujo processo de inovação resulta em estruturação/desestruturação de práticas institucionalizadas na própria universidade, este artigo tem como objetivo propor que a educação a distância seja tomada como um tema de estudo – que leve a uma compreensão em profundidade – para superar resistências que decorrem, por vezes, da escassez de conhecimentos sobre o tema. Para tanto, utiliza-se a metanálise como percurso metodológico para compreender a estrutura organizacional da universidade, entendida aqui, em linhas gerais, pelos aspectos de formalização, centralização e complexidade cujas especificidades demandam uma reestruturação, quando consideradas na modalidade de educação a distância.

Palavras-chave


Educação a distância. Metanálise.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.v11i1.695

Direitos autorais



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br