A atividade experimental como estrutura para o ensino de Ciências no CECINE nos anos de 1960 e 1970.

Kênio Erithon Cavalcante Lima, Francimar Martins Teixeira

Resumo


Este estudo tem por objetivo caracterizar o ensino e as estratégias com experimentações realizadas no Centro de Ensino de Ciências do Nordeste (CECINE) nas décadas de 1960 e 1970 para as intervenções nos cursos de atualização e de formação aos professores das Ciências Naturais nas regiões Norte e Nordeste do Brasil. Realizamos pesquisa documental nos arquivos do CECINE e entrevistas a ex-professores formadores de professores que trabalharam no CECINE na época. Constatamos que muitas das intervenções buscavam disseminar uma nova proposta de ensino, baseada nos currículos estadunidenses, tomando como referencial as atividades práticas experimentais. Desejava-se que os professores em formação se apropriassem das técnicas e modelos experimentais orientados nos currículos para replicarem entre seus alunos, com adaptações e ajustes, disseminando o conhecimento científico, no intuito de popularizar a Ciência na região.

Palavras-chave


Atividade Experimental. Formação de Professores. Currículos Estadunidenses.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n45.7300

Direitos autorais



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br