Sentido ético da formação: implicações escolares

Leoni Maria Padilha Henning

Resumo


A presente proposta, já pelo seu título, mostra-se ampla e por que não ambiciosa. Porém, o que pode parecer defeito, carrega e explicita a necessária cautela para que não se estreite o tratamento que um tema dessa natureza, a meu ver, exige. O sentido ético da formação enreda aspectos antropológicos, políticos, estéticos, dentre outros, refletindo no processo educativo como um todo. O texto desenvolve alguns temas envolvidos no assunto central das relações entre Ética e Educação, tentando elucidar sobre a impossibilidade de se pretender realizar uma limpeza do campo experiencial humano, retirando dele as questões axiológicas. Daí a apresentar algumas conexões entre Ética, Estética e Política, dentre outras, relacionando-as com a Educação. Nesse âmbito de discussão, situamos a escola como um dos lugares especiais da formação das gentes, dai requerer-se uma exigente atuação de professores formados num padrão de excelência filosófico-pedagógica, sobre cujos assuntos pretendemos apresentar na sequência dessa argumentação.


Palavras-chave


Valores. Ética. Educação. Formação Humana.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n43.7418

Direitos autorais



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br