O Termo Qualidade na Revista Ensino Superior: uma pesquisa que buscou a concepção de qualidade no Ensino Superior Privado

Letícia Bortolin, José Carlos Rothen

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo explicitar a concepção de qualidade construída (e utilizada) pelas instituições de ensino superior privadas. Toma como objeto de investigação a Revista Ensino Superior, do Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo (Semesp), no período de 2000 a 2010, e evidencia, por meio de análise, qualitativa, das matérias publicadas, e as concepções de qualidade e os modelos que a revista utiliza na construção de seus discursos. Conclui-se que, para a revista em questão, qualidade é obter uma boa nota nas avaliações e ter bom posicionamento em rankings; o caminho para tal seria ter bons professores, gestão, metodologia de ensino, seleção dos alunos e cursos atualizados com o mercado. Para a revista, a falta de qualidade das instituições privadas se explica pela limitação cultural dos seus estudantes.

Palavras-chave


Ensino Superior Privado; SEMESP; Qualidade

Texto completo:

PDF

Referências


AVANCINI, Marta; PEREIRA, Patricia. O peso do exame. Revista Ensino Superior, São Paulo, n. 129, Ano 10, p. 24-27, jun. 2009.

BELLONI, Isaura. A função social da avaliação. In. SOBRINHO, José Dias; RISTOFF, Dilvo I. (org.). Universidade desconstruída: avaliação institucional e resistência. Florianópolis: Insinuar, 2000. p. 37-58.

BERTOLIN, Júlio César Godoy. Qualidade em Educação Superior: da diversidade de concepções a inexorável subjetividade conceitual. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Campinas, v. 14, n.1, p. 127-149. 2009. Disponível em: . Acesso em: 20 set. 2016.

COSTA, Carlos. Tem de repensar a educação. Revista Ensino Superior, São Paulo, n. 50, Ano 5, p. 20-24, nov. 2002.

DURHAM, E. Educação superior pública e privada. São Paulo: NUPES, 2003. 42 p. Documento de trabalho.

DORNELES, Amado Augusto; NAPPI, Vivian. A receita do sucesso. Revista Ensino Superior, São Paulo, n. 29, Ano 3, p. 22-27, fev. 2001.

ENSINO SUPERIOR. Conexão ensino. Revista Ensino Superior, São Paulo, n. 18, Ano 2, p. 18-22, fev. 2000.

ENSINO SUPERIOR. MEC beneficia cursos fracos. Revista Ensino Superior, São Paulo, n. 96, Ano 8, p. 05, set. 2006.

ENSINO SUPERIOR. Professor bem preparado. Revista Ensino Superior, São Paulo, n. 116, Ano 10, p. 20, mai. 2008.

MANCEBO, Deise. Trabalho docente na educação superior brasileira: mercantilização das relações e heteronomia acadêmica. Revista Portuguesa de Educação, Minho, v. 23, n. 2, p. 73-91, 2010. Disponível em: . Acesso em: 01 out., 2010.

MEYER JUNIOR, Victor. Gestão e Qualidade. Revista Ensino Superior. São Paulo, n. 18, Ano 2, p. 44, fev. 2000.

MIGANI, Eric José. As dificuldades para a qualificação do docente no ensino superior privado e a fragilidade da legislação. Vertentes do Direito, Tocantins, Ano 1, ed. 2. 2015. Disponível em: . Acesso em: 05 jun. 2017.

OLIVEIRA, Romualdo Portela de. A transformação da educação em mercadoria no Brasil. Educação & Sociedade, Campinas, v. 30, n. 108, p. 739-760, out. 2009. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/es/v30n108/a0630108.pdf>. Acesso em: 07 jun. 2017.

RODRIGUES, Gabriel Mario. Avaliação pedagógica x avaliação punitiva. Revista Ensino Superior, São Paulo, n. 37, Ano 4, p. 42, out. 2001.

RODRIGUES, Gabriel Mario. Os desafios das instituições educacionais. Revista Ensino Superior, São Paulo, n. 41, Ano 4, p. 42, fev. 2002.

ROTHEN, José Carlos. Funcionário intelectual do Estado: um estudo de epistemologia política do Conselho Federal de Educação. 2004. 270 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Metodista de Piracicaba, Piracicaba, 2004.

ROTHEN, José Carlos. TAVARES, Maria das Graças Medeiros; SANTANA, Andreia da Cunha Malheiros. O discurso da qualidade em periódicos internacionais e nacionais: uma análise crítica. Revista Educação em Questão, Natal, v. 51, n. 37, p. 251-273, jan./abr. 2015. Disponível em: < https://periodicos.ufrn.br/educacaoemquestao/article/view/7179>. Acesso em: 26 out. 2016.

SINDICATO DAS ENTIDADES MANTENEDORAS DE ESTABELECIMENTOS DE ENSINO SUPERIOR NO ESTADO DE SÃO PAULO (SEMESP). Mapa do Ensino Superior do Estado de São Paulo. São Paulo, ago., 2013, p. 1-88. Disponível em: . Acesso em: 08 jun. 2017.

SINDICATO DAS ENTIDADES MANTENEDORAS DE ESTABELECIMENTOS DE ENSINO SUPERIOR NO ESTADO DE SÃO PAULO (SEMESP). Disponível em: . Acesso em: 10, jan., 2017.

SOUSA, José Vieira de (org.). Educação Superior: cenários, impasses e propostas. Campinas: Autores Associados, 2013.

TAVARES, Maria das Graças Medeiros et. al.. Políticas de expansão da educação superior no Brasil pós-ldb/96 – desafios para a avaliação. Inter-Ação, Goiânia, v. 36, n. 1, p. 81-99, jan./jun. 2011.




DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n48.7876

Direitos autorais 2019 EccoS – Revista Científica

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br