O Sinaes e a concepção de qualidade: o que pensam os gestores acadêmicos das universidades da grande São Paulo

Celia Maria Haas

Resumo


Este texto tem como objetivos compreender quais as concepções de qualidade assumidas pelos gestores acadêmicos e verificar se reconhecem no Sinaes o compromisso em assegurar esta qualidade. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa e de caráter exploratório no campo das Ciências Humanas. Foram entrevistados vinte e dois gestores de universidades públicas, confessionais e privadas da Grande São Paulo. Os resultados apontaram que nas instituições privadas a qualidade está posta no reconhecimento pelo mercado de trabalho; as instituições públicas encaram a qualidade resultada da produção científica; já as instituições confessionais têm a qualidade refletida na formação plena do cidadão cristão e na possibilidade de formação política do homem. Mesmo com críticas ao Sinaes, os gestores admitem que os resultados das avaliações tenham efeito direto e às vezes positivo no encaminhamento da gestão acadêmica.


Palavras-chave


Sinaes. Qualidade. Universidade. Gestão Acadêmica.Políticas Públicas de Educação Superior.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n44.7930

Direitos autorais



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br