Educação dos corpos e esportivização da vida: racionalidades e tecnologias da governamentalidade neoliberal presentes no site Eu Atleta

Maria Simone Vione Schwengber, Rodrigo Saballa de Carvalho

Resumo


O artigo é decorrente de uma pesquisa que, a partir das contribuições dos estudos foucaultianos sobre governamentalidade, problematiza o processo de invenção do atleta amador de corrida. Toma-se como materialidade investigativa o site Eu Atleta, enquanto artefato difusor de uma pedagogia cultural, pautada em uma racionalidade neoliberal implicada no governamentodos indivíduos. Metodologicamente, a discussão centra-se na análise da racionalidade que fundamenta a existência do site e das tecnologias operadas por ele. Por meio da análise, é possível destacar a incidência marcante de três aspectos: 1) o estabelecimento de uma relação intrínseca entre as tecnologias em funcionamento no site e o governamento dos corpos; 2) a promoção de incentivos para que os usuários do site se tornem ativos em seu próprio gerenciamento; 3) a difusão de discursos de experts da área da saúde para recomendar orientações sobre vida saudável e ratificar a sobreposição entre saúde e prática de exercícios físicos.


Palavras-chave


Governamentalidade. Site. Corpos. Esportivização. Pedagogia cultural.



DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n49.8657

Direitos autorais 2019 EccoS – Revista Científica

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

EccoS – Revista Científica
ISSN da versão online: 1983-9278
ISSN da versão impressa: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br