Comprometimento organizacional e satisfação no trabalho: estudo com funcionários do CRAS de Borborema-PB

Cíntia Bianca Amorim de Oliveira, Erika Fontes da Silva, Filipe Fontes da Silva, Raissa Dália Paulino

Resumo


Este estudo objetiva analisar a influência da satisfação no trabalho no comprometimento organizacional dos servidores públicos do CRAS de Borborema- PB, sendo caracterizado quanto aos fins, como pesquisa descritiva; aos meios, uma pesquisa bibliográfica e um estudo de caso, com abordagem quantitativa. O estudo utilizou instrumentos desenvolvidos e validados no Brasil, para medir a satisfação a Escala de Satisfação no Trabalho (EST) e para o comprometimento organizacional, as versões nacionais das três bases do comprometimento conceituadas por Meyer e Allen (1990): Comprometimento Organizacional Afetivo (ECOA), Comprometimento Organizacional Calculativo (ECOC) e Comprometimento Organizacional Normativo (ECON) todas as escalas de autoria de Siqueira (2008). Os resultados revelaram o nível de satisfação dos servidores com o trabalho e níveis de satisfação para cada dimensão, como também o comprometimento organizacional predominante na instituição. De modo geral, constatou-se a correlação positiva entre a satisfação no trabalho e as três bases do comprometimento organizacional.


Palavras-chave


Satisfação no Trabalho; Comprometimento Organizacional; Servidores Públicos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/exactaep.v16n4.7821

Tempo médio entre a submissão e primeira resposta de avaliação: 120 dias
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Exacta – Engenharia de Produção
ISSN da versão eletronica: 1983-9308
ISSN da versão impressa: 1678-5428
http://revistaexacta.org.br