Comparação do custo fabril apurado pelos métodos UEP e TDABC: estudo de caso em linha de produção de frigorífico

Rodney Wernke, Andrey Pereira dos Santos, Ivone Junges, Gilvane Scheren

Resumo


O estudo investigou se os métodos de custeio UEP e TDABC, por serem fundamentados no fator “tempo” de produção”, proporcionam custos unitários fabris idênticos. Foi empregada metodologia descritiva, com abordagem qualitativa e no formato de estudo de caso. Os resultados obtidos apontam que, mesmo que os percentuais de participação no custo final do produto sejam iguais, os valores do custo unitário dos itens fabricados, do custo total atribuído aos objetos de custeio, da capacidade utilizada e da capacidade ociosa ficaram diferentes nos dois métodos de custeio. Concluiu-se que a diferença nos valores do custo dos produtos foi ocasionada pela forma como os dois métodos alocam os custos. O UEP parte do valor total dos custos da capacidade instalada do mês para o custo unitário dos produtos, enquanto que o TDABC primeiro apura o custo unitário dos minutos da capacidade prática instalada para depois apurar o custo dos itens.

Palavras-chave


UEP; TDABC; Comparativo; Estudo de caso.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/exactaep.v16n3.7990

Tempo médio entre a submissão e primeira resposta de avaliação: 120 dias
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Exacta – Engenharia de Produção
ISSN da versão eletronica: 1983-9308
ISSN da versão impressa: 1678-5428
http://revistaexacta.org.br