Coleta Seletiva de Lixo Reciclável em Angra dos Reis/RJ: Análise da Evolução Municipal e da Participação Popular

Mônica Maforte Netto, Vanessa de Almeida Guimarães, Ilton Curty Leal Junior

Resumo


O Programa de Coleta Seletiva envolve a participação dos setores públicos, iniciativa privada e segmentos organizados da sociedade civil, sendo a efetiva participação da população fundamental para o seu sucesso. Diante disso, o objetivo desse trabalho é avaliar a evolução do Programa de Coleta Seletiva no município de Angra dos Reis/RJ, especialmente, verificando se o mesmo conta com a participação popular, seja reduzindo a geração de resíduos, seja criando novos postos de trabalho e promovendo inclusão social. Além das pesquisas documentais e bibliográficas, foram conduzidas entrevistas semi-estruturadas e não estruturadas com os diferentes atores da comunidade envolvidos no programa, caracterizando-se como estudo de caso qualitativo. Ao final, verificou-se que a participação popular nesse município não é intensa, sendo necessários ações e incentivo do poder público visando o seu fortalecimento. Concluiu-se que a coleta seletiva necessita de maior divulgação, ampliação da abrangência do programa (incluindo a coleta porta a porta) e novos investimentos financeiros, visando aumentar a participação da população, por meio da criação de novos hábitos na separação do lixo orgânico e reciclável, dando a destinação correta aos materiais recicláveis.

Palavras-chave


Coleta Seletiva; Lixo Reciclável; Angra dos Reis; Participação Popular.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/geas.v6i2.453

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade



Rev. Gest. Ambient. Sustentabilidade, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2316-9834

Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP (Brasil), Cep: 01504-000

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional