GREEN INNOVATION: complexidades e revelações a partir da literatura internacional

Marcello Romani-Dias, Aline dos Santos Barbosa, Seimor Walchhutter

Resumo


A complexidade que envolve o tema Green Innovation (GI) no campo acadêmico, devido ao seu caráter emergente, a presença desse tópico de pesquisa em periódicos internacionais com Fator de Impacto na área de Administração e a incipiência da temática em estudos latinos, foram os principais motivadores para a realização desse artigo. Em decorrência desse contexto, o artigo teve o objetivo de responder a seguinte questão de pesquisa: em âmbito internacional, como está caracterizada a pesquisa acadêmica sobre GI? Para tal, foram extraídos dados da base Google Scholar, por meio do software Publish or Perish, no período de março a abril de 2016, e foram encontrados 181 artigos, com destaque para as principais publicações. Como resultados do estudo, destaca-se que não há definições específicas e categorizadas sobre o conceito de GI que sejam amplamente aceitas. Além disso, por se tratar de um tema emergente, várias literaturas estão sendo elaboradas a partir de conceitos pré-existentes, como Inovação Sustentável, Inovação Ambiental e Ecoinovação, na tentativa de adaptá-las como correntes teóricas sobre o tópico. De forma complementar, a pesquisa buscou contribuir para a compreensão e para o avanço de pesquisas sobre GI.


Palavras-chave


Green Innovation; Inovação Verde; Inovação Sustentável; Ecoinovação; Inovação Ambiental;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/geas.v7i2.787

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade



Rev. Gest. Ambient. Sustentabilidade, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2316-9834

Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP (Brasil), Cep: 01504-000

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional