Produção Técnica de Mestrados Profissionais em Administração: Análise da Divulgação de Relatos Técnicos entre os Anos de 2013 A 2017

Simone Aquino, Tatiana Tucunduva Philippi Cortese, Fábio Ytoshi Shibao

Resumo


Objetivo do estudo: O objetivo do estudo foi analisar quais os eventos e periódicos de maior relevância na divulgação de relatos técnicos, bem como analisar as diferenças de diretrizes entre os tipos de produções técnicas, designados como relato técnico.

Metodologia/abordagem: O estudo de abordagem qualitativa, exploratória, descritiva e explicativa foi baseado em levantamentos de chamadas de eventos e anais de publicações em encontros científicos da área de Administração, Ciências Contábeis e Turismo, que apresentaram regras específicas para relatos técnicos.

Originalidade/Relevância: A relevância do estudo é demonstrar como a divulgação de relatos técnicos evoluiu ao longo dos anos, visto ser uma forma de divulgação de resultados práticos de uma intervenção em setores ou organizações, na qual o rigor metodológico segue a mesma base científica de linhas acadêmicas.

Principais resultados: O total de produções somaram 159 publicações, entre os anos de 2013 a 2017, sendo que no ano de 2015 foi observado que o número de publicações de relatos técnicos triplicou, em relação ao ano de 2014.

Contribuições teóricas/metodológicas:  estudo realizado foi possível determinar as formas de divulgação desta modalidade de produção técnica, com uma tendência crescente da produção, como observado no estudo entre os anos de 2016 e 2017.

Conclusão: A modalidade de relato técnico surgiu como uma ferramenta importante para a divulgação de soluções direcionadas para as práticas em administração em organizações e empresas, bem como para a sociedade, visto que a busca por soluções ou intervenções propostas também são necessárias em setores públicos.


Palavras-chave


Relato técnico. Divulgação. Publicações.

Texto completo:

PDF (English) PDF

Referências


Aken, J.E. van. (2005). Management research as a design science: Articulating the research products of mode 2 knowledge production in management. British Journal of Management, 16(1), 19–36.

Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 10719 (1989). Apresentação de relatórios técnico-científicos. Rio de Janeiro, pp. 1-9.

Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 6022 (2003). Informação e documentação: artigo em publicação periódica científica impressa: apresentação. Rio de Janeiro, pp. 2-3.

Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (2014). Normas para Relato Tecnológico. Recuperado de http://www.anpad.org.br/m/content.php?e=aWRfZXZlbnRvPTQmaWRfdGV4dG89NTE=.

Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (2016). TAC - Tecnologias de Administração e Contabilidade. Publicação Descontinuada. Recuperado de http://www.anpad.org.br/~anpad/periodicos.php.

Barata, R.C.B. (2016). Dez coisas que você deveria saber sobre o Qualis. Revista Brasileira de Pós-Graduação- RBPG, 13 (1), 1-18.

Biancolino, C.A., Kniess, C.T., Maccari, E.A., & Rabechini, R. Jr. (2012). Protocolo para elaboração de relatos de produção técnica. Revista de Gestão e Projetos - GeP, 3 (2), 294-307.

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (2014a). Capes recomenda 574 opções de cursos de mestrado profissional. Recuperado de http://www.brasil.gov.br/educacao/2014/05/capes-recomenda-574-opcoes-de-cursos-de-mestrado-profissional.

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (2014b). Mestrado Profissional: o que é? Recuperado de http://capes.gov.br/avaliacao/sobre-a-avaliacao/mestrado-profissional-o-que-e.

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (2014c). Qualis. Recuperado de http://www.capes.gov.br/component/content/article?id=2550:capes-aprova-a-nova-classificacao-do-qualis.

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (2017). CAPES divulga resultado final da Avaliação Quadrienal 2017. Recuperado de http://capes.gov.br/sala-de-imprensa/noticias/8691-capes-divulga-resultado-final-da-avaliacao-quadrienal-2017.

Documentos e Debates (1997). Mestrado Profissional. Revista de Administração Contemporânea, 1(2), 145-152.

Duarte, E.N, Ramalho, F.A., Autran, M.M.M, Paiva, E.B., & Araújo, M.B.S. (2009). Estratégias metodológicas adotadas nas pesquisas de iniciação científica premiadas na UFPB: em foco a Série “Iniciados”. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, 14 (27), 170-190.

Gil, A.C. (2008). Métodos e técnicas de pesquisa social (6. ed.). São Paulo: Atlas.

Grey Literature International Steering Committee (2005). Guidelines for the production of scientific and technical reports: how to write and distribute grey literature. Retrieved from http://eprints.rclis.org/7469/2/index.html.

Marchioro, G. (2007). Indicadores SciELO e JCR/ISI identificam fluxo de informação científica brasileira. Recuperado de https://www.ufrgs.br/blogdabc/indicadores-scielo-e-jcrisi-identifica/.

Marconi, M. A., & Lakatos, E.M. (2005). Fundamentos de metodologia científica (6a. ed.). São Paulo: Atlas, p. 262.

Motta, G.S. (2017). Editorial Seção Artigos Tecnológicos: Como Escrever um Bom Artigo Tecnológico? Revista de Administração Contemporânea, 21(5).

Padilha, P. & Lima, T. (2015). Relação Causa-Efeito de Custos Indiretos Desatualizados: um Estudo de Caso em uma Indústria Alimentícia. Revista Gestão & Tecnologia, 15 (2), 235-249.

Pinheiro, R.G., Sousa, F.E.R. & Moreira, I.R. (2018). Relato técnico sobre a contribuição do compliance na mitigação de riscos fiscais em uma empresa do segmento do alumínio situada na região do ABC Paulista. RICADI, 4, 107-127.

Plataforma Sucupira (2019). Cursos avaliados e reconhecidos. Recuperado de https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/programa/quantitativos/quantitativoAreaAvaliacao.jsf.

Portaria n. 389, de 23 de março de 2017 (2017). Dispõe sobre o mestrado e doutorado profissional no âmbito da pós-graduação stricto sensu. Recuperado de http://www.capes.gov.br/tutorial-sucupira/documentos/Portaria389-2017_doutoradoprofissional.pdf.

Portaria da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior n. 131 de 28 de junho de 2017 (2017). Dispõe sobre o mestrado e o doutorado profissionais. Recuperado de Recuperado de https://www.capes.gov.br/images/stories/download/legislacao/30062017-portaria-131-2017.pdf

Rojo, C.A, & Walter, S.A. (2014). Relato técnico: roteiro para elaboração. Revista Competitividade e Sustentabilidade -ComSus, 1 (1), 1-18.

Rosa, R.A (2016). Qualis Periódicos CAPES na Administração, Contábeis e Turismo, o que mudou? SCI & ORG – Ciência e Organizações. Recuperado em https://sciandorg.wordpress.com/2016/01/30/qualis-capes-na-administracao-contabeis-e-turismo-o-que-mudou/.

Silva, A.O. (2018). Periódicos técnicos. Recuperado de http://scholarlyopen-access.hospedagemdesites.ws/scholarly_open/lista-dos-periodicos-para-publicar-relato-tecnicoartigo-tecnologico/.

Scientific Periodicals Electronic Library (2019). Objetivos do Spell. Recuperado de http://www.spell.org.br/sobre/objetivos

Thomsett-Scott, B. (2018). Technical Reports. A guide to technical reports: what they are, where they come from, how to find them. Penn State University Libraries. Retrieved from https://guides.libraries.psu.edu/c.php?g=407286&p=2773498




DOI: https://doi.org/10.5585/geas.v8i1.11238

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade – GeAS

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Rev. Gest. Ambient. Sustentabilidade, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2316-9834

Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP (Brasil), Cep: 01504-000

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional