O Desenvolvimento da Pesquisa Científica Envolvendo Sustentabilidade no Brasil: Evolução e Estruturação do Campo na Área de Administração

Carlos Eduardo de Lima, Érik Álvaro Fernandes, Saulo Fabiano Amâncio-Vieira

Resumo


O presente artigo visa descrever a evolução histórica do campo de pesquisa na área de Administração e sustentabilidade. Os procedimentos utilizados para tal investigação podem ser classificados como exploratório, descritivo e quantitativo e os dados aqui apresentados foram extraídos de periódicos B1 e A2. Já a análise foi complementada com técnicas bibliométricas e sociométricas. Desse modo, foi possível verificar uma evolução da inserção do tema sustentabilidade em artigos publicados entre 2000 e 2014. Além disso, também foi possível evidenciar os principais centros difusores de pesquisa e a rede de relacionamentos que serve de suporte ao intercâmbio científico entre pesquisadores e instituições. Por meio da lei de Zipf, pode-se explicitar os principais temas abordados, as dimensões da sustentabilidade e as teorias organizacionais utilizadas nos artigos em cada quinquênio. Além disso, foi possível perceber que as relações têm se intensificado a ponto de sugerir a formação de um campo, apontando para a possibilidade de consolidação do conhecimento nacional sobre o tema sustentabilidade na área de Administração.


Palavras-chave


Sustentabilidade, Administração, Campo organizacional, Comunicação científica, Brasil.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/geas.v7i3.809

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade – GeAS



Rev. Gest. Ambient. Sustentabilidade, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2316-9834

Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP (Brasil), Cep: 01504-000

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional