Regulações Ambientais de Resíduos no Setor de Equipamentos Eletromédicos: da Cadeia Produtiva ao Consumidor Final

Marilia Tunes Mazon, Adalberto Mantovani Martiniano de Azevedo, Rodrigo Nascimento Oliva, Marco Antonio Silveira

Resumo


A relevância da indústria de eletrônicos exige sua transição para modelos de produção sustentáveis, como os definidos por diretivas europeias WEEE, RoHS, e pela Política Nacional de Resíduos Sólidos. Em 2010 iniciou-se um projeto nacional cujo propósito é apoiar a sustentabilidade com enfoque triple bottom line na indústria eletrônica brasileira. A implantação dessas propostas começou com a execução de um projeto piloto com nove empresas do setor de equipamentos eletromédicos, escolhidas por serem intensivas em tecnologia, exportadoras e precisarem se adequar às regulações ambientais. Este trabalho tem como objetivo apresentar os principais resultados obtidos nos estudos realizados com essas nove empresas no período de abr/2011 a mar/2012 referentes à adequação de seus produtos, processos, sistemas de gestão e cadeias de fornecedores. O estudo foi dividido em três etapas: uma avaliação para identificar aspectos gerais de cada organização, uma avaliação profunda, para entender as características de cada organização frente às características gerais do grupo analisado e um diagnóstico detalhado, realizado individualmente durante as visitas nas empresas. Os principais resultados encontrados foram que a gestão de resíduos e a logística reversa associada ainda são incipientes, os produtos ainda possuem substâncias perigosas e a cadeia de fornecimento ainda está muito pouco preparada para os desafios relacionados. O nível de ocupação dos funcionários e os custos associados à adequação de seus produtos e processos, se constituem nos dois maiores problemas para as empresas se adequarem às legislações ambientais de interesse.


Palavras-chave


Regulações ambientais, Resíduos Eletroeletrônicos, Setor de eletromédicos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/geas.v1i1.16

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade



Rev. Gest. Ambient. Sustentabilidade, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2316-9834

Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP (Brasil), Cep: 01504-000

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional