Importância da Auditoria Ambiental em Indústrias de Celulose e Papel

Alessandra Buss Tessaro, Cristiane Pedrazzi, Amarildo Antonio Tessaro

Resumo


No momento em que vivemos, as empresas tendem a buscar diferenciais para competir no mercado, aparecendo assim uma preocupação maior com o meio ambiente. Surgiram normas quanto à qualidade ambiental no processo de fabricação de produtos e insumos, sendo um dos principais benefícios da normalização a proteção ao consumidor, a partir de requisitos que permitem aferir a qualidade dos produtos e serviços. A norma ISO 14.001 fornece diretrizes para sistemas de gestão ambiental, utilizando a auditoria como instrumento de verificação da eficácia do sistema. O objetivo desta pesquisa é analisar o uso da auditoria ambiental na indústria de celulose e papel, as razões da utilização e os benefícios gerados, junto à Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel (ABTCP), Associação Brasileira de Celulose e Papel (BRACELPA) e Sindicato das Indústrias do Papel, Papelão e Cortiça do Rio Grande do Sul (SINPASUL). O estudo mostra que as empresas de celulose e papel que têm investido na produção ecologicamente correta vêm obtendo bons resultados, tanto financeiros como competitivos. Fica claro na pesquisa que, independentemente do porte da empresa, esses resultados podem ser alcançados por todas as empresas com a adoção da auditoria ambiental.


Palavras-chave


Auditoria, Gestão Ambiental, Indústria de Celulose e Papel, ISO 14.001

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/geas.v2i2.53

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade



Rev. Gest. Ambient. Sustentabilidade, São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2316-9834

Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP (Brasil), Cep: 01504-000

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional