A Percepção das Gerações Sobre a Inovação de Produto: Um Estudo no Norte do Rio Grande do Sul

Ravena Lopes Gobi de Souza, Sonia Delazari, Eliana Andréa Severo

Resumo


Em busca de competitividade e performance organizacional as empresa elencam diferentes estratégias e objetivos organizacionais, que visam atender as necessidades dos clientes. A inovação pode ser a chave para o crescimento e organizacional. Contudo, o consumo das inovações é realizado pelas diferentes gerações, as quais possuem modelos mentais relacionados com a época em que cresceram, o conhecimento que adquiriram e as relações que vivenciaram. Perante o exposto, o objetivo desse estudo consiste em analisar a percepção das gerações Baby boomers, X e Y sobre a inovação de produto. A metodologia utilizada tratou-se de uma pesquisa quantitativa e descritiva, com 112 respondestes de diversas gerações, residentes no Sul do país. Como resultados destaca-se que a inovação de produto é importante para as três gerações pesquisadas, porém a grande diferença apareceu na percepção de como a tecnologia auxilia no trabalho e no estudo. Coerentemente, 50% da geração Baby boomers ressaltam que a inovação de produto não influencia nas atividades de trabalho e estudo, assim como não ocasiona conflitos interpessoais.


Palavras-chave


Inovação; Geração Baby Boomers; Geração X; Geração Y

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/iptec.v5i1.88

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Ravena Lopes Gobi de Souza, Sonia Delazari, Eliana Andréa Severo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Revista InovaçãoProjetos e Tecnologias - IPTEC / e-ISSN:2318-9851

Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP, (Brasil). 01504-000

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional