O Sentido do Tato e seus Impactos em Marketing: Análise do Desenvolvimento da Teoria

Karin Ligia Brondino Pompeo

Resumo


A interação tátil com um produto, com pessoas ou com outros elementos presentes no ambiente de compra envolve, além da resposta física, uma resposta psicológica. O interesse da academia e do mercado em relação às características do sentido do tato e seu resultado no comportamento do consumidor é crescente. Embora presentes desde a década de 1980, os estudos relacionados ao sentido do tato e suas consequências e aplicações para o marketing começaram a apresentar maior volume e melhor entendimento das suas características nos últimos dez anos – trata-se, portanto, de um tema ainda debutante do ponto de vista da construção teórica. Este artigo tem por objetivo analisar o desenvolvimento da teoria sobre o tato em marketing, desenvolvendo uma breve descrição da evolução das descobertas sobre o tema e apresentando uma análise crítica sobre essa evolução teórica, usando os seis critérios sugeridos por Sheth, Gardner e Garrett (1988): estrutura, especificação, possibilidade de teste, suporte empírico, riqueza e simplicidade. A teoria sobre o tato em marketing recebeu nesta análise uma avaliação positiva. Esta pesquisa pode oferecer como contribuição: (1) aos gestores, uma extração sumarizada do conhecimento existente sobre o tema; e (2) para os pesquisadores interessados no tema, uma visão ampla sobre o desenvolvimento da teoria, assim como um guia para a principal bibliografia disponível e um mapeamento sobre os achados e possíveis espaços para pesquisa. DOI: 10.5585/remark.v11i3.2293

Palavras-chave


comportamento do consumidor; háptica; marketing; tato; teoria

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/remark.v11i3.2293

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Brasileira de Marketing – Remark



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

REMark – Rev. Bras. Mark.
ISSN da versão online: 2177-5184
www.revistabrasileiramarketing.org