Impacto do Planejamento Estratégico Situacional em um Ambulatório de Atenção Especializada

Regina Celia Dias, Carlos Vital Giordano, Fabricio Simoes, Patricia Varela

Resumo


O objetivo deste trabalho é avaliar o impacto da aplicação do método Planejamento Estratégico Situacional - PES no setor de prontuários do Centro Municipal de Especialidades de São Carlos. O método utilizado foi uma uma pesquisa qualitativa, exploratória e descritiva do tipo estudo de caso, com a abordagem e aplicação do Planejamento Estratégico Situacional (PES) de Carlos Matus. Os problemas do setor foram levantados em reunião e ordenados resultando num fluxograma situacional explicativo. Foram selecionados os nós críticos como problemas relacionados a recursos materiais e humanos, desorganização do processo de trabalho e falhas no sistema de cadastro que resultam em desmotivação, baixa qualidade do atendimento e baixa produtividade. O PES propicia o levantamento das causas dos problemas produzindo um fluxograma explicativo situacional, que dá início ao trabalho de análise e planejamento. Este método significa um avanço na democratização dos processos de planejamento e gestão ao valorizar a interpretação de cada indivíduo/ator da situação problema, mediante suas crenças, experiências e posição no jogo social. Espera-se avançar no processo de mudança das práticas de gestão do serviço de modo a melhorar o processo de trabalho e buscar a eficiência, efetividade e a participação democrática na tomada de decisões e implementação das ações.

DOI: 10.5585/rgss.v1i1.7


Palavras-chave


Planejamento Estratégico; Gestão em Saúde; Serviços de Saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/rgss.v1i1.7

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista de Gestão em Sistemas de Saúde – RGSS

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Rev. Gest. Sist. Saúde
e-ISSN: 2316-3712
www.revistargss.org.br