Gestão dos Serviços de Saúde: Auditoria em Unidades de Terapia Renal Substitutiva

Poliana Germano Bezerra de Sá Siqueira, Felipe Simões Cezar, Raquel Moura Lins Acioli

Resumo


Objetivos: Analisar os relatórios emitidos pelo Componente Estadual de Auditoria de Pernambuco (CEA/PE) em Terapia Renal Substitutiva (TRS) no período de 2010 a 2014, a fim de compreender o processo de auditoria nesses serviços. Métodos: Estudo descritivo, realizado em Pernambuco, utilizando como fonte de dados os relatórios gerados pelo Sisaud/SUS. Foram analisados 28 relatórios, que corresponderam ao total de auditorias em TRS encerradas pelo CEA/PE no período estudado. Resultados: Das auditorias realizadas, 50% foram realizadas em estabelecimentos na cidade do Recife e aproximadamente 21% em serviços de TRS fora da região metropolitana. Os relatórios apresentaram uma média de 20 constatações por auditoria realizada, variando entre 3 e 41 constatações. Destas, 73,4% apresentaram-se conformes com a legislação e, nas constatações que foram identificadas não conformidades, apenas 69,5% dos auditados enviaram a justificativa. Conclusões: O uso do relatório como instrumento de fortalecimento da gestão ainda se mostra bastante incipiente por parte dos gestores da saúde em Pernambuco. O Componente Estadual de Auditoria, apesar de apresentar sistematização do processo de trabalho, uso da ferramenta do Sisaud/SUS e utilização de roteiro de visita nas instituições, ainda não se mostrou efetivo quanto aos seus resultados e à utilização deles para a melhoria da qualidade dos serviços de saúde.

Palavras-chave


Auditoria Administrativa; Sistema Único de Saúde; Gestão em Saúde; Terapia de Substituição Renal

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/rgss.v6i1.259

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista de Gestão em Sistemas de Saúde – RGSS

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Rev. Gest. Sist. Saúde
e-ISSN: 2316-3712
www.revistargss.org.br