Efeito de diferentes métodos de aquecimento no desempenho de repetições na cadeira extensora: ensaio clínico

Haroldo Gualter Santana, Renata Cristina de Souza Oliveira, Leandro de Souza Ginú, Sebastião Galdino Fernandes, Gabriel Andrade Paz, Humberto Lameira Miranda

Resumo


Introdução: Ao iniciar uma sessão de treinamento de força é recomendado aquecimento como forma de preparação à atividade principal, com o objetivo de melhorar a capacidade fisiológica do indivíduo para determinadas tarefas motoras. Objetivo: O objetivo do presente estudo foi comparar o efeito de diferentes métodos de aquecimento no desempenho de repetições na cadeira extensora. Métodos: Participaram do presente estudo 10 homens (26,9 ± 3,3 anos). Foram feitas 6 visitas, com intervalo de 72 horas. Foram realizadas a familiarização, teste e reteste de 10 repetições máximas e as demais visitas para a execução dos protocolos experimentais. Resultados: Em relação ao total de repetições, a autoliberação miofascial proporcionou maior desempenho em comparação aos demais protocolos de aquecimento. Conclusão: Podemos concluir que a autoliberação miofascial pode ser uma ferramenta importante para treinadores no que concerne à prescrição do aquecimento com a manutenção do desempenho de repetições no treinamento de força.


Palavras-chave


Aquecimento; Treinamento de resistência; Fáscia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v17n4.8694

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN da versão impressa: 1677-1028
ISSN da versão online: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br