O financiamento das universidades estaduais brasileiras: o custo aluno, as assimetrias institucionais e as desigualdades regionais

Renata Ramos da Silva Carvalho, Nelson Cardoso Amaral

Resumo


O artigo apresenta resultado de pesquisa que apurou o valor do custo aluno das universidades estaduais (UEs) brasileiras, por estado da federação, no período de 2012 a 2016, tendo como referência metodológica a abordagem proposta por Amaral e Pinto (2010), informações estatísticas das UEs presentes nos dados (sinopses estatísticas e microdados) do Censo da Educação Superior do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Nível Superior (Capes). Os resultados obtidos mostram que os valores do custo aluno das UEs são assimétricos e revelam desigualdades regionais existentes quanto a atuação dessas instituições no contexto da educação superior do país.

 

 

 


Palavras-chave


assimetrias regionais; custo aluno; financiamento; universidades estaduais

Texto completo:

PDF

Referências


AMARAL, Nelson Cardoso; PINTO, José Marcelino de Rezende. O financiamento das IES brasileiras em 2005: recursos públicos, privados e custo dos alunos. Série Estudos – Periódico do Programa de Pós-Graduação em Educação da UCDB. Campo Grande – MS, n. 30, p. 51-70, jul./dez. 2010.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil: 1988. Diário Oficial da União, Brasília, DF, Senado Federal, 1988.

BRASIL. Lei n.º 9.394, de 26 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, DF, 1996.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Sinopse Estatística do Censo da Educação Superior (2012 a 2016). Brasília, DF: Inep. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior. Acesso em 03 jul. 2018.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Microdados do Censo da Educação Superior (2012 a 2016). Brasília, DF: Inep. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior. Acesso em 03 jul. 2018.

CARVALHO, Renata Ramos da Silva. Universidade Estadual de Goiás: histórico, realidade e desafios. 2013. 202 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2013.

FIALHO, Nadia Hage. Educação superior no Brasil: Universidades Estaduais à deriva? 2011. Disponível em: http://www.Uneb.br/gestec/publicacoes-e-recursos-para-pesquisa/publicacoes/. Acesso em: 8 set. 2016.

FIALHO, Nadia Hage Universidades estaduais no Brasil: pauta para a construção de um sistema nacional articulado de educação. Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 21, n. 38, p. 81-93, jul./dez. 2012.

FIALHO, Nadia Hage. Universidade Multicampi. Brasília, DF: Autores Associados; Plano Editora, 2005.

SAMPAIO, Helena; BALBACHEVSKY, Elizabeth; PEÑALOZA, Verónica. Universidades estaduais no Brasil: características institucionais. São Paulo: NUPES/USP, 1998. (Documento de Trabalho n. 4).




DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n57.10777

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 EccoS – Revista Científica

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

EccoS – Revista Científica

e-ISSN: 1983-9278
ISSN: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br

EccoS – Revista Científica ©2021 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional