Ensino de história: memórias de mestres Griôs em comunidades quilombolas

Ricardo Costa de Sousa, Cássio Michel dos Santos Camargo

Resumo


 

 O presente artigo tem como objetivo discutir as contribuições do Ensino de História en-quanto campo disciplinar, que acolhe relatos orais de mestres Griôs como documentos de memória de Comunidades Quilombolas. A pergunta problema se circunscreve, a saber: o relato oral pode ser utilizado como documento para o desenvolvimento de atividades na disciplina de história? Antes, porém, tem-se como ponto de partida, primeiro, estabelecer relações entre a Educação Antirracista e o Ensino de História; e segundo, tratar sobre os relatos orais de mestres Griôs no Ensino de História. O referencial adotado se situa no campo do Ensino de História em interseção com a História da Educação. Em termos metodológicos, utilizamos a História Oral e, desse modo, as entrevistas possibilitaram cap-tar fragmentos dos relatos que mostram sua potência. Na sequência, realizamos uma imer-são bibliográfica a fim de analisar o tema proposto e de encaminhar possibilidades do uso desses relatos no Ensino de História.


Palavras-chave


Ensino de História; Memória de mestres Griôs; Educação Escolar Quilombola.

Texto completo:

PDF

Referências


BARROS, José D’Assunção. História e memória – uma relação na confluência en-tre tempo e espaço. Revista MOUSEION, v. 3, n. 5, jan./jul. 2009.

BOSI, Ecléa. Memória e sociedade: lembranças de velhos. 13 ed. São Paulo: CIA das Letras, 1994.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988.

BRASIL, Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica. Diretoria de Cur-rículos e Educação Integral. Brasília: MEC, SEB, DICEI, 2013.

BRASIL, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: introdução aos parâmetros curriculares nacionais / Secretaria de Educação Funda-mental. – Brasília: MEC/SEF, 1997.

BRASIL, Organização das Nações Unidas. III Conferência Mundial contra o Ra-cismo, Xenofobia e Intolerâncias Correlatas realizada em Durban – África do Sul de 31 de agosto a 7 de setembro de 2001.

CAIMI, Flávia Eloisa. Conversas e controvérsias: o ensino de história no Brasil (1980- 1998). Passo Fundo: Ed. UPF, 2001.

GOMES, Nilma Lino. Limites e possibilidades da implementação da lei 10.639/03 no contexto das políticas públicas em educação. In: Paula, Marilene de; Rosana, Heringer (Orgs). Caminhos convergentes: Estado e Sociedade na superação das desi-gualdades raciais no Brasil. Rio de Janeiro: Fundação Heinrich Boll, ActionAid, 2009.

HALBWACHS, M. A Memória coletiva. São Paulo, Vértice/Revista dos Tribunais, 1990.

MAGALHÃES, Justino. Educação e Memória. Arquivos e museus: desafios à prá-tica educativa e à investigação histórica. In: NEPOMUCENO, Maria de A. & TI-BALLI, Elianda F.A. (orgs). A educação e seus sujeitos na história. Belo Horizonte: SBHE, 2007.

MUNANGA, Kabengele. Educação e diversidade cultural. In: O negro na con-temporaneidade e suas demandas. Cadernos PENESB 10. jun. de 2010.

MUNANGA, Kabengele. Origem e histórico do quilombo na África. Revista USP. São Paulo. n. 28, dez/fev, 1995/1996.

NUNES, Georgina Helena Lima. Comunidades remanescentes de quilombos: mar-cas negras de resistência de norte a sul do Brasil. Caderno de literatura. Porto Alegre, dez, 2007.

PINSKY, J. (org.) O ensino de História e a Criação do Fato. São Paulo: Contexto, 2005;

POLLAK, Michael. Memória, esquecimento, silêncio. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v.2, n.3, p.3-15, 1989.

PROJETO ALMA. Origem do nome da Comunidade Quilombola Itamatatiua no município de Alcântara, MA. Depoimento de mestres Griôs. Documento produzido no projeto de pesquisa e extensão ALMA – UFMA, 2010.

SILVA, Celso Sisto. Do griô ao vovô: o contador de histórias tradicional africano e suas representações na literatura infantil. Dossiê: Voz e Interculturalidade. Porto Alegre. Nau Literária, vol. 09, n. 02, 2013.

SOUSA, Ricardo Costa de. História da educação da população negra no município de Alcân-tara. Porto Alegre: UFRGS, 2014, 152 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.

THOMSON, A.; HAMILTON, P; FIRSCH, M. Os debates sobre memória e Histó-ria: alguns aspectos internacionais in FERREIRA, M.M; AMADO, J. (ORGs) Usos e abusos da História Oral. Rio de Janeiro. FGV, 2006.




DOI: https://doi.org/10.5585/cpg.v18n1.10411

Direitos autorais 2019 Cadernos de Pós-graduação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Cadernos de Pós-graduação
ISSN da versão online: 2525-3514
www.cadernosdepos.org.br

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.