O ensino de espanhol na fronteira de Jaguarão/BR e Rio Branco/UY: análise dos limites e perspectivas educacionais após revogação da Lei n° 11.161/2005

Caroline Gonçalves Feijó-Quadrado, Alessadra Troian

Resumo


A partir da revogação da Lei nº 11.161/2005 e da opcionalidade para o ensino de língua espanhola nas escolas brasileiras, a presente pesquisa visa investigar a oferta do idioma no município de Jaguarão/BR, fronteiriço com Rio Brando/UY. Especificamente, busca-se: a) verificar as medidas tomadas pelo poder público local para a garantia de ensino de espanhol; b) identificar os limites e as perspectivas encontrados pela gestão educacional do Executivo em relação à oferta da disciplina. Metodologicamente, o estudo caracteriza-se como qualitativo, realizado a partir de pesquisa documental e de um grupo focal com o secretário de educação e a coordenadora pedagógica municipal. Como resultado identificou-se que o Poder Legislativo aprovou alterações na Lei Orgânica e que, em algumas escolas, o ensino do idioma foi condensado.


Palavras-chave


Ensino de espanhol. Fronteira. Gestão Educacional.

Texto completo:

pdf


DOI: https://doi.org/10.5585/cpg.v18n2.11478

Direitos autorais 2019 Cadernos de Pós-graduação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Cadernos de Pós-graduação
ISSN da versão online: 2525-3514
www.cadernosdepos.org.br

Cadernos de Pós-graduação ©2020 Todos os direitos reservados.