Diretrizes políticas Globais e Relações Políticas Locais: possíveis indícios da “gestão-vagalume"

Arthur Medrado Soares Araujo

Resumo


Esses escritos pretendem analisar os conceitos apresentando por BALL (2001) no texto Diretrizes Políticas Globais e Relações Políticas Locais em Educação em relação ao relato de experiência de três professoras/gestoras da educação publica de Minas Gerais no que tange a relação dessas “atrizes sociais” com ações educativas e  suas práticas no campo da gestão educacional. A tentativa, então, é encontrar os atravessamentos entre a literatura e a prática no testemunho dos sujeitos que estão no “chão da escola”. Para isso foram utilizadas entrevistas com as professoras para a Série Educacional Mosaico, produzida pela Escola de Gestores do CEAD/UFOP na intenção de buscar conexões e afastamentos do texto de BALL e as possíveis “causas” para denominar essas mulheres como “vagalumes” (HUBERMAN,2011). 


Palavras-chave


Gestão Educacional, Escola, Políticas Locais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/cpg.v18n2.11479

Direitos autorais 2019 Cadernos de Pós-graduação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Cadernos de Pós-graduação
ISSN da versão online: 2525-3514
www.cadernosdepos.org.br

Cadernos de Pós-graduação ©2020 Todos os direitos reservados.