O gestor escolar e a inclusão de alunos público-alvo da educação especial municipal

Mara Rosane Souza Soares, Denise Macedo Ziliotto

Resumo


A pesquisa propõe conhecer as concepções da gestão escolar acerca do processo de inclusão de alunos público-alvo da educação especial no ensino fundamental municipal, identificando concepções, relações e ações atinentes ao processo em análise. O método é qualitativo, descritivo e de campo, tendo como instrumentos investigativos entrevistas e pesquisa documental, utilizando-se da hermenêutica para análise dos resultados. Os resultados apontam que os gestores concebem a inclusão como um direito do aluno e dever da escola, mas demonstram incertezas em relação à capacidade da escola para garantir a aprendizagem dos estudantes. Com respeito às relações entre direção e comunidade escolar, os gestores buscam parceria das famílias, possuem recursos e apoio para oferecer aos docentes, mas solicitam maior assessoria da secretaria da educação e ainda alguns quadros técnicos para qualificar a educação aos alunos


Palavras-chave


Educação especial; Gestão; Inclusão.

Texto completo:

pdf

Referências


AZEVEDO, M. A. R.; CUNHA, G. R. Gestão Escolar e Educação Inclusiva: uma parceria necessária e emergente na escola. Educação: teoria e prática, v.18, n. 31, p 53- 72, jul-dez, 2008.

BARROS, A. J. S.; LEHFELD, N. A. S. Fundamentos de Metodologia Científica. 3. ed. Pearson Prentice Hall, São Paulo, 2007.

BEYER, H. O. A educação inclusiva: ressignificando conceitos e práticas da Educação Especial. Revista da Educação Especial, v.2, n.1, p. 08-12, 2006. Disponível em: . Acesso em: 18 dez. 2017.

BOAES, K.F. Mecanismos de Construção da Gestão Democrática: um estudo em três escolas municipais da cidade de São Luís – V Seminário Internacional sobre Profissionalização Docente. São Luís/MA. 2015. Disponível em: . Acesso em: 05 mar. 2017.

BOAVENTURA, R. S. A Gestão Escolar na Perspectiva da Inclusão. 2008. 123f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade do Oeste Paulista. Presidente Prudente, São Paulo, 2008. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2017.

BRASIL.Ministério da Educação. Decreto nº 6.571 de 17 de setembro de 2008. Institui as Diretrizes Operacionais da Educação Especial para o Atendimento Educacional Especializado. Disponível em: . Acesso em: 15 nov. 2017.

________. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica. Brasília: MEC/SEESP, 2001. Disponível em: . Acesso em: 10 out. 2017.

CARVALHO, R.E. Educação inclusiva: com os pingos nos “is”. Porto Alegre: Mediação, 2005.

CARVALHO, R.E. Escola e reorganização do trabalho pedagógico. Porto Alegre: Mediação, 2008.

DALL’ACQUA, M. J. C.; VITALIANO, C. R. Algumas reflexões sobre o processo de inclusão em nosso contexto educacional. In: VITALIANO (org.). Formação de professores para a inclusão de alunos com necessidades educacionais especiais. EDUEL, Londrina, 2010.

DEIMLING, N. N.M.; MOSCARDINI, S. F. Inclusão Escolar: Política, Marcos Históricos, Avanços e Desafios. Revista online de Política de Gestão Educacional, v.21, n.1, jan-abr., 2017. Disponível em: .Acesso em: out. 2017.

ESTEF, S.. Concepções sobre o processo de avaliação escolar para alunos com necessidades educacionais especiais sob a ótica docente. Dissertação de Mestrado. Universidade do Rio de Janeiro – UERJ – RJ. Rio de Janeiro, 2016.

FARIAS, C. C.; CUNHA, R. S.; PINTO, R. B. Estatuto da pessoa com deficiência comentado. 2. ed. rev. Juspodium, Salvador, 2016.

FLICKINGER, H. G.; ROHDEN, L. Hermenêutica filosófica: nas trilhas de Hans-Georg Gadamer. EDIPUCRS, Porto Alegre. 2000.

FREITAS, F. P. M. Gestão e Inclusão Escolar: A Formação do Gestor Escolar No Programa “Educação Inclusiva: Direito a Diversidade” (2003 – 2013). Dissertação de Mestrado. Universidade Estadual do Centro Oeste – UNICENTRO. Guarapuava, 2014.

FREITAS, S. N.; TEIXEIRA, C. T.; RECH, A. J. D. Alunos com deficiência em situação de acolhimento institucional: desafios para a gestão e a inclusão escolar. RIAEE – Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, v. 11, n. 4, p.2104-2124, 2016. Disponível em: . Acesso em: 29 abr. 2017.

GLAT, R.; BLANCO, L. de M. V. Educação Especial no contexto de uma Educação Inclusiva. In: GLAT, Rosana (orgs.). Educação Inclusiva: cultura e cotidiano escolar, p. 15-35, 7 Letras, Rio de Janeiro, 2007.

GOBETE, G. CORREIA, V. G. P. Politicas Atravessadoras. In: JESUS, D. M. (Org) Gestão da Educação Especial: pesquisa, política e formação. Curitiba, Appris, 2012, p. 81 – 96.

IKESHOJI, E. A. B.; TERÇARIOL, A. A. L.; RUIZ, A. R. A gestão escolar em foco: Reflexões preliminares. Colloquium Humanarum, Presidente Prudente, v. 12, n. 2, p.11-18, abr/jun 2015.

LIMA, E. C. V. Gestão Escolar e Política Educacional de Inclusão na rede de Ensino Municipal de Manaus: Uma Reflexão à luz da Teoria Crítica. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Amazonas, Manaus. 2016.

LÜCK, H. Perspectivas da Gestão Escolar e Implicações quanto à Formação de seus Gestores. Brasília. nº 72, fev-jun, 2000.

MANTOAN, M.T. E. Inclusão Escolar: o que é? Por quê? Como fazer? São Paulo. Moderna, 2003.

MINAYO, M. C. S. (org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 29. ed., Vozes, RJ, 2010.

NUNES, C.; MADUREIRA, I. Desenho Universal para a Aprendizagem: Construindo práticas pedagógicas inclusivas. Invest. Práticas, v. 5, n. 2, p. 126-143, 2015. Disponível em: . Acesso: 13 mai. 2017.

OLIVEIRA, A. A. S.; DRAGO, S. L. S. A gestão da inclusão escolar na rede municipal de São Paulo: algumas considerações sobre o Programa Inclui. Ensaio: avaliação de políticas públicas educacionais [online].v. 20, n. 75, p. 347-372, abr./jun. Rio de Janeiro, 2012

OLIVEIRA, A. A. S.; LEITE, L. P. Construção de um Sistema Educacional Inclusivo: um desafio político-pedagógico. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação. v.15, p. 511-524, 2007.

REGO, A. F. F. Gestão escolar e inclusão digital: uso da tecnologia digital como recurso didático na escola Estelita Timóteo. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2016.

ROCHA, S. M. P. S.. Gestão e organização da escola para a inclusão: o acompanhamento como fator de mudanças. 35ª reunião da ANPED. 2012. Disponível em: .Acesso em: 16 ago. 2017. Disponível em:

SARMENTO, D. F., MENEGAT, J. SENIW, R. M. Qualidade educacional e gestão. Formação, investigação e práticas gestoras. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, v. 70, p. 55-76, 2016. Disponível em: . Acesso em: 02 mar. 2017.

SILVA, C. L. LEME, M. I. S.. O papel do diretor escolar na implantação de uma cultura educacional inclusiva. Psicol. cienc. prof., Brasília, v. 29,n. 3,p. 494-511, 2009. Disponível em: Acesso em 06 maio 2017.

SILVEIRA, S. M. P. A Gestão para a Inclusão: Uma Pesquisa Ação Colaborativa no Meio Escolar. 2009. 223f. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Federal do Ceará. Fortaleza, 2009.Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2017.

TEZANI, T. C. R. Os caminhos para construção da escola inclusiva: a relação entre a gestão escolar e o processo de inclusão. 2004, 221f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas). Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2004. Disponível em: . Acesso em: 12 out. 2017.

VELLOSA, S. R. C. L. MANZOLI, L. P. As Tendências Educacionais Politizadoras do Processo Inclusivo: acertos e desacertos. Revista online de Política e Gestão Educacional, n. 6, 2009. DOI: https://doi.org/10.22633/rpge.v0i6.9250. Disponível em: Acesso em: 14 dez. 2018.

VIOTO, J. R. B., VITALIANO, C. R. O papel da gestão pedagógica frente ao processo de inclusão dos alunos com necessidades educacionais especiais. Seminário de Pesquisa em educação da Região Sul – IX ANPED SUL. 2012. Disponível em: .Acesso em: 02 out. 2017.

WELLICHAN, D. S. P. SOUZA, C. S.A inclusão na prática: alunos com deficiência no ensino superior. Revista online de Política e Gestão Educacional, v.21, n.1, p. 146-166, 2017. Disponível em: . Acesso em: 31 out. 2017.




DOI: https://doi.org/10.5585/cpg.v18n2.13150

Direitos autorais 2019 Cadernos de Pós-graduação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Cadernos de Pós-graduação
ISSN da versão online: 2525-3514
www.cadernosdepos.org.br

Cadernos de Pós-graduação ©2020 Todos os direitos reservados.