A temática da história da África e da cultura afro-brasileira em currículos de cursos de pedagogia

Ramires Santos Teodoro de Carvalho, Alessandra David

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar os Planos de Ensino da disciplina Conteúdos e Metodologias do Ensino de História dos cursos de Pedagogia presenciais de Instituições de Ensino Superior num município do interior paulista, e como os P.E. abordam a temática da cultura Africana e Afro-brasileira em seus currículos, tendo como norte a Lei n. 10.639/03. Percebe-se que essa disciplina deveria oferecer subsídios de reflexão para as práticas educativas dos futuros professores assim, esses teriam capacidade de trabalhar com os alunos a formação para a cidadania em torno das temáticas do respeito à diversidade cultural, à compreensão social e a desigualdade na sociedade brasileira. Verificou-se que as bibliografias básica e complementar dos planos estudados pouco abordam o que ensinar e como ensinar os conceitos, as temáticas e as metodologias fundamentais para o estudo da cultura Africana e Afro-brasileira.

Palavras-chave


Ensino de história; Cultura afro-brasileira; Curso de pedagogia.

Texto completo:

PDF

Referências


ABUD, Kátia. Currículos de História e políticas públicas: os programas de história do Brasil na escola secundária. In: BITTENCOURT, Circe. (org.). O saber histórico na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2006. p. 28-41.

APPLE, Apple, Michael W. A política do conhecimento oficial: faz sentido a ideia de um currículo nacional? In: Moreira, A. F. B.; Silva, Tomaz Tadeu da (orgs.). Currículo, cultura e sociedade. 11. ed. São Paulo: Cortez, 2009. p. 59-91.

BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. Ensino de história: fundamentos e métodos. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

BRASIL, Parecer do CNE, n. 236/2009 de 7 de agosto de 2009. Consulta acerca do direito dos alunos à informação sobre o plano de ensino e sobre a metodologia do processo de ensino-aprendizagem e os critérios de avaliação a que serão submetidos. Diário Oficial da União, seção 1, p. 26, 17 de setembro de 2009.

BRASIL, Portaria Normativa nº 40, de 12 de dezembro de 2007. Institui o e-MEC, sistema eletrônico de fluxo de trabalho e gerenciamento de informações relativas aos processos de regulação da educação superior no sistema federal de educação. Diário Oficial da União, seção 1, p. 39-43, 13 de dezembro de 2007.

BRASIL, Conselho Nacional de Educação (2006a). “Resolução CNE/CP n. 1/2006”, de 15/5/2006. Diário da União, de 16/5/2006, Seção 1, p. 11. (Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rcp01_06.pdf).

BRASIL, Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Brasília: Ministério da Cultura, 2004.

BRASIL, Conselho Nacional de Educação. Parecer CNE/CP 03/2004. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História Afro-Brasileira e Africana. Brasília: Ministério da Cultura, 2005.

BRASIL, Decreto nº 4.886, de 20 de novembro de 2003. Institui a Política Nacional de Promoção da Igualdade Racial – PNPIR e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 21 nov. 2003.

BRASIL, Lei n. 10.639, de 9 de janeiro de 2003. Diário Oficial da União. 19 de maio de 2004.

BRASIL, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: introdução aos parâmetros curriculares nacionais / Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1997.

BRASIL, Lei de Diretrizes e Bases para a Educação, n. 9.394/96. 3. ed. Brasília: Senado Federal: Subsecretaria de Edições Técnicas, 2006.

BRASIL, Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, 1988.

BRASIL. IBGE-PNAD Contínua 2018: educação avança no país, mas desigualdades raciais e por região persistem. Disponível em: http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101657_informativo.pdf.

CELLARD, André. A análise documental. In: POUPART, Jean.; DESLAURIES, Jean-Pierre.; GROULX, Lional-H.; et al. (orgs.). A pesquisa qualitativa: enfoques epistemológicos e metodológicos. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2010, p. 295-315.

CHERVEL, André. História das Disciplinas Escolares: reflexões sobre um campo de pesquisa. Teoria & Educação. n. 2, 1990, p. 177-229.

CHERRI, Carlos Rodrigo Monteiro. A mercantilização da educação superior privada: estudo da modalidade de educação a distância na cidade de Ribeirão Preto. Dissertação (Mestrado) - Centro Universitário Moura Lacerda, Ribeirão Preto-SP. 2016.

CONCEIÇÃO, Maria Telvira da. O trabalho em sala de aula com a história e a cultura afrobrasileira no ensino da história. In: OLIVEIRA, Margarida Maria Dias de (org.). História: no ensino fundamental. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2010. p. 131-158.

CONCEIÇÃO, Maria Telvira da. O negro no ensino de história: uma análise das implicações e desafios no contexto do ensino médio. 2001. Dissertação. (Mestrado em Educação). Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE 2001.

FONSECA, Selva Guimarães. O trabalho do professor na sala de aula: relações entre sujeitos, saberes e práticas. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 91, n. 228, p. 390-407, maio/ago. 2010.

FONSECA, Selva Guimarães. É possível alfabetizar sem “História”? Ou... Como ensinar História alfabetizando?. In: FONSECA, Selva Guimarães (org.). Ensino Fundamental: conteúdos, métodos e práticas. Campinas, SP: Editora Alínea, 2009. p. 241-265.

GATTI JUNIOR, Décio. A História das Disciplinas Escolares no Brasil: análise dos aspectos teórico-metodológicos e da historiografia educacional. In: IV Congresso de Pesquisa e Ensino em História da Educação em Minas Gerais, 2007, Juiz de Fora. Anais: IV Congresso de Pesquisa e Ensino em História da Educação em Minas Gerais. Juiz de Fora/MG: Editora da Universidade Federal de Juiz de Fora, 2007. p. 1-15.

GATTI, Bernardete Angelina; NUNES, Marina Muniz Rossa (orgs.). Formação de professores para o ensino fundamental: estudo de currículos das licenciaturas em pedagogia, língua portuguesa, matemática e ciências biológicas. São Paulo: FCC/DPE, 2009.

GIL, Antônio Carlos. Metodologia do ensino superior. 4.ed. São Paulo: Atlas, 2012.

OLIVA, Anderson Ribeiro. A história africana nas escolas brasileiras: entre o prescrito e o vivido, da legislação educacional aos olhares dos especialistas (1995-2006). História, Franca, v. 28, n. 2, p. 143-172, 2009.

OLIVEIRA, Sandra Regina Ferreira. O ensino de história para crianças e a formação do professor para os anos iniciais do ensino fundamental. Educativa, Goiânia, v. 15, n. 2, p. 227-241, jul./dez. 2012.

RUSSO, Kelly; PALADINO, Mariana. A lei n. 11.645 e a visão dos professores do Rio de Janeiro sobre a temática indígena na escola. Rev. Bras. Educ., Rio de Janeiro, v. 21, n. 67, p. 897-921, 2016.

SAVIANI, Dermeval A Pedagogia no Brasil: história e teoria. 2. ed. Campinas, São Paulo: Autores Associados, 2012.

SCHMIDT, Maria Auxiliadora. A formação do professor de história e o cotidiano da sala de aula. In: BITTENCOURT, Circe. (org.). O saber histórico na sala de aula. 6. ed. São Paulo: Contexto, 2006. p. 54-66.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 1999a.

SILVA, Tomaz Tadeu da. O currículo como fetiche. Autêntica: Belo Horizonte, 1999b.

SOUZA, Daniela dos Santos; CRUZ, Gisele Thiel Della. Fundamentos Teóricos e Práticos do Ensino de História. Curitiba: IESDE Brasil, 2009.

ABUD, Kátia. Currículos de História e políticas públicas: os programas de história do Brasil na escola secundária. In: BITTENCOURT, Circe. (org.). O saber histórico na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2006. p. 28-41.

APPLE, Apple, Michael W. A política do conhecimento oficial: faz sentido a ideia de um currículo nacional? In: Moreira, A. F. B.; Silva, Tomaz Tadeu da (orgs.). Currículo, cultura e sociedade. 11. ed. São Paulo: Cortez, 2009. p. 59-91.

BITTENCOURT, Circe Maria Fernandes. Ensino de história: fundamentos e métodos. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2011.




DOI: https://doi.org/10.5585/cpg.v19n1.14910

Direitos autorais 2020 Cadernos de Pós-graduação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Cadernos de Pós-graduação
e-ISSN: 2525-3514
www.cadernosdepos.org.br

Cadernos de Pós-graduação ©2020 Todos os direitos reservados.