O Cálculo Diferencial e Integral e a formação de engenheiros

Milton Ribeiro, Fabiane Mondini, Luciane Ferreira Mocrosky

Resumo


Neste artigo apresentaremos um estudo sobre o que os professores dizem do curso de Cálculo Diferencial Integral I para as turmas de engenharia da UNESP- Campus de xxxxxxxx Trata-se de uma pesquisa qualitativa, desenvolvida na abordagem fenomenológica, que procurou responder a seguinte interrogação: “o que é isto, o Cálculo, na formação do Engenheiro?”. Tratou-se de uma pesquisa abrangente, que buscou resposta para a interrogação por diversos caminhos. Nesse texto apresentamos um estudo sobre as compreensões dos professores que ministram a disciplina no Campus. Destacamos a relevância da pesquisa frente as potencialidades de promover discussões sobre o ensino dessa disciplina, focando-a por seus aspectos formativos, visto sua presença nos saberes das mais distintas áreas da ciência.


Palavras-chave


Educação Matemática. Fenomenologia. Pesquisa Qualitativa.

Texto completo:

pdf

Referências


BARUFI, M. C. B. A construção/negociação de significados no curso universitário inicial de Cálculo Diferencial e Integral. 1999. 195 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação da USP. Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.

BICUDO, M. A. V. Pesquisa qualitativa e pesquisa qualitativa segundo a abordagem fenomenológica. In: BORBA, M. C.; ARAÚJO, J. L. (Orgs.). Pesquisa Qualitativa em Educação Matemática. 5ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2013. p.116

BICUDO, M. A. V. (Org.). Pesquisa Qualitativa Segundo a Visão Fenomenológica. 1 ed. São Paulo: Cortês, 2011.

DIOGO, M. das G. V. S. Uma alternativa para o ensino de Cálculo de funções de uma variável real. Dissertação de Mestrado. Florianópolis – SC, Universidade Federal de Santa Catarina, 2000.

MOCROSKY, L. F.; ALVES, A.C. Um Estudo sobre o Cálculo Diferencial e Integral na Formação de Engenheiros. In: XXXIX Congresso Brasileiro de Educação em Engenharia, 2011, Blumenau (SC). Anais... Blumenau (SC): ABENGE, 2011. p. 30-31.

PAULO, R. M. ; AMARAL, C. L. C.; SANTIAGO, R. A. A pesquisa fenomenológica: explicitando uma possibilidade de compreensão do ser-professor de Matemática. 171 Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v.10, n. 3, p. 71-85, 2010. Disponível em: https://seer.ufmg.br/index.php/rbpec/article/view/2290/1689

REZENDE, W. M. O Ensino de Cálculo: Dificuldades de Natureza Epistemológica. Tese de Doutorado. São Paulo: FE-USP, 2003.




DOI: https://doi.org/10.5585/cpg.v18n2.15189

Direitos autorais 2019 Cadernos de Pós-graduação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Cadernos de Pós-graduação
e-ISSN: 2525-3514
www.cadernosdepos.org.br

Cadernos de Pós-graduação ©2020 Todos os direitos reservados.