Fundamentação teórica na graduação de professores de Educação Física

Dimitri Wuo Pereira, Antonio Joaquim Severino

Resumo


A Filosofia é um campo de conhecimento que estimula a reflexão, a crítica, o debate de ideias e o pensamento racional do ser humano para reconhecer suas atitudes e avaliar seus comportamentos. Na Educação Física brasileira ela ocupa pouco espaço na formação de professores, quer seja pela opinião de que cuida do corpo como uma entidade separada da mente, ou pelo destaque a uma formação mais voltada às Ciências Naturais. Este ensaio pretende colocar alguma luz neste problema analisando as teorias próprias da área que devem fazer parte da formação de professores e que por diversos motivos estão ausentes na graduação. As teorias estão divididas em quatro paradigmas cada qual com um conjunto de ideias. Essa diversidade de opções foi discutida a luz do pensamento complexo de Edgar Morin, apontando o distanciamento entre as correntes filosóficas e as aulas de Educação Física no ensino básico.


Palavras-chave


Formação. Teorias. Educação Física.

Texto completo:

pdf


DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.N32.10595

Direitos autorais 2019 Dialogia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Dialogia

ISSN da versão online: 1983-9294
ISSN da versão impressa: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.