O papel da gestão pedagógica frente ao processo de inclusão dos alunos com necessidades educacionais especiais

Josiane Rodrigues Barbosa Vioto, Célia Regina Vitaliano

Resumo


O objetivo deste artigo é contribuir para a reflexão sobre o papel do gestor pedagógico frente ao processo de construção de escolas inclusivas. A metodologia utilizada para alcançar tal objetivo foi o estudo bibliográfico. Para tanto, foram realizadas consultas a artigos de periódicos, livros, dissertações e teses que abordam o papel do gestor pedagógico frente à inclusão de alunos com necessidades educacionais especiais (NEE). Os resultados evidenciaram que, frente à inclusão de alunos com NEE, cabe às escolas de ensino regular desenvolver uma nova cultura escolar, pautada nos direitos humanos, em especial o direito de todos os alunos se beneficiarem de um ensino de qualidade. Neste processo de mudança, o papel do gestor pedagógico será promover a transformação nas formas organizacionais da escola, eliminando as barreiras que possam impedir o sucesso na escolarização dos referidos alunos, além de envolver neste processo toda a comunidade escolar, visando à valorização e utilização de práticas inclusivas, por meio de capacitação e reflexões de modo compartilhado.


Palavras-chave


Educação Inclusiva. Escola Inclusiva. Gestão Pedagógica. Necessidades Educacionais Especiais.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, C. N.. O coordenador pedagógico como agente para a inclusão. In: SANTOS, M. P; PAULINO, M. M. (Orgs.). Inclusão em educação: culturas, políticas e práticas. São Paulo: Cortez, 2006. p. 83-106.

AZEVEDO, M. A. R.; CUNHA, G. R. da. Gestão escolar e educação inclusiva: uma parceria necessária e emergente na escola. Revista Educação: Teoria e Prática, Rio Claro, SP. v. 18, n.31, p. 53-72, jul. dez. 2008. Disponível em:

. Acesso em: 15 jul. 2011.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977. 225p.

BEYER, H. O. Da integração escolar à educação inclusiva: implicações pedagógicas. In: BAPTISTA, C. R. (Org.). Inclusão e escolarização: múltiplas perspectivas. Porto Alegre: Mediação, 2006. p. 73 -81.

BOAVENTRURA, R. S. A gestão escolar na perspectiva da inclusão. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade do Oeste Paulista, UNOESTE: Presidente Prudente, SP, 2008.

CARVALHO, R. E. Educação inclusiva: com os pingos nos “is”. Porto Alegre: Mediação, 2004. 176 p.

CAVALCANTI, A. V. O papel do gestor escolar no processo de inclusão. Colloquium Humanarum, v. 11, n. Especial, p. 1014-1021, jul–dez, 2014. ISSN: 1809-8207. DOI: 10.5747/ch.2014.v11.nesp.000632.

DUK, C. (Org.). Educar na diversidade: material de formação docente. Brasília, DF, 2006. Disponível em: . Acesso em: 20 fev. 2012.

DUTRA, C. R.; GRIBOSKI, C. M. Gestão para a inclusão. Revista Educação Especial, 2005. Disponível em: . Acesso em: 02 jul. 2010.

FREITAS, F. P. M. Gestão e inclusão escolar: A formação do gestor escolar no programa “Educação inclusiva: Direito a diversidade” (2003-2013). 2014, 169f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Unicentro: Guarapuava, PR, 2014.

GARCIA, R. M. C. O conceito de flexibilidade curricular nas políticas publicas de inclusão educacional. In: JESUS, D. M. e col. (Orgs.). Inclusão, práticas pedagógicas e trajetórias de pesquisa. Porto Alegre: Mediação, 2007. p. 11-20.

GIL, M. Educação inclusiva: O que o professor tem a ver com isso? Marta Gil (coord.). São Paulo: Realização USP, 2005. 167p. Disponível em: . Acesso em: 18 dez. 2008.

GLAT, R. (Org.) Educação inclusiva: cultura e cotidiano escolar. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2007.

KAILER, P. G. da L.; PAPI, S. de O. G. O papel do pedagogo em relação à inclusão escolar. X ANPED SUL, Florianópolis, outubro de 2014.

LIMA, L. Apertem os cintos, a direção (as) sumiu! Os desafios da gestão nas escolas inclusivas. In: FREITAS, Soraia Napoleão, RODRIGUES, David, KREBS, Ruy. Educação inclusiva e necessidades educacionais especiais. Santa Maria, RS: Ed. UFSM, 2005. p.

-111.

LUZIETE, N. F. Educação escolar inclusiva: desafios e possibilidades de uma escola aberta para todos. 2015, 151f. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão e Avaliação da Educação Pública) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Juiz de Fora, MG, 2015.

MARTINS, I. de O. R. Pedagogos, professores e a construção do trabalho coletivo: busca por uma escola inclusivo/reflexivo/crítica. 2005, 232p. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2005.

MENDES, E. G. A radicalização do debate sobre inclusão escolar no Brasil. Revista Brasileira Educação, v. 11, n. 33, p. 387-405, 2006.

MICHELS, M. H. Gestão, formação docente e inclusão: eixos da reforma educacional brasileira que atribuem contornos à organização escolar. Revista Brasileira Educação, Rio de Janeiro, v. 11, n. 33, p. 406-423, set./dez. 2006. Disponível em: . Acesso em: 05 ago. 2010.

MONTEBLANCO, V. M. A escola comum/educação especial: a relação da gestão com as práticas inclusivas. 2015, 94f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS.

ORTIZ, B. O supervisor de ensino da rede estadual paulista e o aluno com deficiência intelectual. 2014, 133f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Centro Universitário Moura Lacerda, Ribeirão Preto, SP, 2014.

PATUZZO, K. G. O pedagogo no contexto da inclusão escolar: possibilidades de ação na escola comum. 2014, 193f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Espirito Santo, Vitória, 2014.

PENAFORTE, S. A gestão para a inclusão: uma pesquisa-ação colaborativa no meio escolar. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2009.

PENAFORTE, S. Gestão e organização da escola para a inclusão: o acompanhamento como fator de mudanças. In: REUNIÃO DA ANPED, 35. 2012. Disponível em: . Acesso em: 10 ago. 2016.

PINHEIRO, C. R. A gestão educacional inclusiva na escola. 2015, 58f. Dissertação (Mestrado em Teologia) – Faculdades EST (Escola Superior em Teologia). São Leopoldo, RS, 2015.

RODRIGUES, D. Dez idéias mal feitas sobre educação inclusiva. In: RODRIGUES, D. e col. (orgs.). Inclusão e Educação: doze olhares sobre a educação inclusiva. São Paulo: Summus, 2006. p. 299-318.

RODRIGUES, D. Desenvolver a educação inclusiva: Dimensões do desenvolvimento profissional. Inclusão: Revista da educação Especial/Brasília, DF: Secretaria de Educação Especial, v. 4, n. 2, jul./out. 2008.

SANTOS, R. R. da S. Gestão escolar para uma escola inclusiva: conquistas e desafios. 2011, 90 f Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE), Presidente Prudente, SP, 2011.

SILVA, D. S da. O gestor escolar frente à gestão escolar: relato sobre os desafios do ofício de construir pontes a partir de sonhos. Dissertação (Mestrado em Distúrbio do Desenvolvimento) – Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2008.

SOUSA, L. P. F. de. Orquestrar a gestão escolar para respostas educativas na diversidade. 2007, 113p. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Faculdade de Educação. Rio de Janeiro, 2007.

TEZANI, T. C. R. Os caminhos para a construção da escola inclusiva: a relação entre a gestão escolar e o processo de inclusão. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, SP, 2004.

______. Gestão escolar: a prática pedagógica administrativa na política de educação inclusiva. Revista Educação, Santa Maria, RS, v. 35, n. 2, p. 287-302, maio/ago. 2010.

VALIM, R. A. de A. O papel do gestor escolar para uma escola inclusiva do ensino fundamental I. 2013, 103f. Dissertação (Mestrado em Educação) – UNICID – Universidade Cidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

VITALIANO, C. R. Concepções de professores universitários da área de Educação e do ensino regular sobre o processo de integração de alunos especiais e a formação de professores. 2002. 308 f. Tese (Doutorado em Educação) – UNESP- . Universidade Estadual Paulista. Marília, 2002.




DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.N33.13671

Direitos autorais 2019 Dialogia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Dialogia

e-ISSN: 1983-9294
ISSN: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Dialogia ©2020 Todos os direitos reservados.