A educação sexual e o papel do educador: reflexões a partir de um contexto social em transformação

Aline Patrícia Souza, Débora Raquel da Costa Milani, Paulo Rennes Marçal Ribeiro

Resumo


Partimos do princípio que Educação Sexual é um dos mais polêmicos assuntos, tendo em vista os diversos olhares, percepções e concepções existentes, recheados de diferentes valores presentes na sociedade. Dentre os estudiosos que se aventuram em investir na compreensão da sexualidade estão alguns profissionais da saúde e da educação, para quem direcionamos este artigo, que tem como objetivo refletir sobre os conceitos de Educação, Educador e Educação Sexual, levando o leitor a ponderar suas convicções sobre o papel de educador e refletir sobre a necessidade da ampliação desta temática para áreas de atuação além da Educação e Saúde. Trabalhar com Educação Sexual é uma possibilidade que vai além do ambiente escolar e médico, principalmente no momento atual em que as relações sociais se expandem em diferentes espaços e áreas profissionais começam a surgir para dar conta da demanda de questões ligadas à sexualidade. As reflexões aqui descritas, são decorrentes de leituras bibliográficas, que levam à conclusão que, mesmo diante de inúmeros desafios da Educação Sexual, todo cidadão pode ser educador em sexualidade, desde que exista nele o interesse pelos estudos e pesquisas para aprofundamento sobre a temática, encarando-a como formativa e de cunho científico.

Palavras-chave


Educação; Educação Sexual; Sexualidade

Texto completo:

PDF

Referências


ARGENTI, P. C.; MILANI, D. R. C. Educação Sexual e docência: As relações de gênero, a diversidade e a sexualidade dentro da escola. Doxa: Revista Brasileira de Psicologia e Educação - Araraquara. Vol. 19, nº 2, p. 212 – 223. Julh/Dez 2017.

BRANDÃO, C. R. O que é educação. Editora Brasiliense. 5ª Revisão. São Paulo, 1982.

FIGUEIRÓ, M. N. D. A formação de educadores sexuais: possibilidades e limites. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Estadual Paulista. Marília, 2001.

FIGUEIRÓ, M. N. D. Educação Sexual: como ensinar no espaço da escola. Linhas, 7(1), 2006. Recuperado em 15 de fevereiro de 2017 de http://www.periodicos.udesc.br/index.php/linhas/article/view/1323.

FIGUEIRÓ, M. N. D. Educação sexual no dia a dia: 1ª coletânea. Londrina, PR: Moriá Gráfica e Editora Ltda, 1999.

FIGUEIRÓ, M. N. D. O professor como educador sexual: Interligando formação e atuação profissional. In: PAULO RENNES MARÇAL RIBEIRO. Sexualidade e educação: Aproximações necessárias. P. 115-152. São Paulo: Arte e Ciência, 2004.

FREITAS, A. L. S.; FOSTER, M. M. S. Paulo Freire na formação de educadores: contribuições para o desenvolvimento de práticas crítico-reflexivas. Educar em Revista: n. 61, p. 55-69. Curitiba – PR. Jul./Set. 2016.

HOLANDA, M. L.; ALBUQUERQUE, M.; MACHADO, M. F. A. S.; VIEIRA, V. F. C. O papel do professor na Educação Sexual de adolescentes. Revista Cogitare Enfermagem: 15 (4): 702-708. Curitiba: Out/Dez, 2010.

LEÃO, A. M. C.; SCALIA, A. C.A M. A. Sexualidade na escola e o papel do educador: analisando a percepção de graduando em um curso de pedagogia. 2009. Recuperado 15 de setembro de 2018 de https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/139797/ISSN2175-7054-2009-9212-9223.pdf?sequence=1.

LUCKESI, C. C. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 2001.

MORAN, J. M.; MASETTO, M.; BEHRENS, M. Novas Tecnologias e Mediação Pedagógica. 15ª ed. Campinas: Papirus, 2009, p.12-17

PELLEGRIN, F. I. T. O educador: além de professor, filósofo da educação e líder da transformação social. Revista Eletrônica “Fórum Paulo Freire”, s/p. Ano 1 – Nº 1. Julho 2005.

TANFERI, J. A. O papel da Educação na Sexualidade do Indivíduo: A Educação Sexual na Escola. Repositório Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Campus de Jacarezinho, 2013. Recuperado em 20 de setembro de 2018 de http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/producoes_pde/2013/2013_uenp_cien_pdp_jorgina_aparecida_tanferi.pdf

RIBEIRO, P. R. M. Educação para a sexualidade. Revista Diversidade e Educação: Volume 5, n. 2, p. 07-15, 2017.

SILVA, R. D. Como tem sido as aulas de Educação Sexual nas escolas? Representações conceituais de professores na cidade de Londrina. Revista travessias V. 6 n.2 - p. 13-28. ISSN 1982 – 5935, 2012.

WORLD ASSOCIATION FOR SEXOLOGY – WAS. Declaração dos direitos sexuais. Revista Terapia Sexual: Volume 2, nº 2, p. 121-122. São Paulo, 1999.




DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.n34.16635

Direitos autorais 2020 Dialogia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Dialogia

e-ISSN: 1983-9294
ISSN: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Dialogia ©2020 Todos os direitos reservados.