A distância no processo de ensino-aprendizagem – discutindo as métricas

Marcelo Pupim Gozzi, Marcos Antonio Simplício Júnior, Jorge Rodolfo Beingolea Garay

Resumo


Considerando que as distâncias nas relações aluno-professor, aluno-aluno e aluno-conteúdo presentes em um processo educacional vão além das variáveis espaço-temporais, este trabalho tem como objetivo discutir quais são os fatores que podem vir a influenciar a sensação de distância dos alunos em relação ao processo de aprendizagem ao qual são submetidos. Através da comparação da avaliação dos resultados obtidos pela métrica PPT (Potencial de Proximidade Transacional) com a avaliação crítica realizada pelos alunos de um curso oferecido a distância, sobre um conjunto de atividades desenvolvidas por intermédio dos fóruns dos LMS Col e Tidia-Ae, foi possível isolar algumas variáveis relevantes para se analisar a distância sentida pelos participantes neste curso. Este trabalho vem auxiliar a construção de indicadores de distância na educação, suscitando a reavaliação das métricas já existentes, bem como a criação de novos indicadores.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.v9i1.1668

Direitos autorais



Dialogia

e-ISSN: 1983-9294
ISSN: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Dialogia ©2020 Todos os direitos reservados.