Uso do Mapa Conceitual como Ferramenta Auxiliar no Ensino da Disciplina Política e Organização da Educação Brasileira

Natalia Pimentel Esposito-Polesi, Maria Angélica Penatti Pipitone

Resumo


Os mapas conceituais consistem em uma representação gráfica e visual de idéias e da inter-relação entre idéias e/ou conceitos. Há uma série de usos para os mapas conceituais na escola e a partir disto desenvolveu-se a hipótese do uso do mapa conceitual como auxiliar no processo de ensino e aprendizagem do conteúdo da disciplina Política e Organização da Educação Brasileira ministrada para cursos de licenciatura de uma universidade pública localizada em Piracicaba/SP. Para tal, realizou-se a divisão dos 42 alunos matriculados na disciplina em duplas, para elaborar o mapa conceitual inicial, dispondo de 30 minutos após a aula. Os mapas foram recolhidos e corrigidos. Após a correção os mapas foram devolvidos aos alunos, que fizeram o mapa final, também em 30 minutos e depois de estudarem e pesquisarem sobre o tema. Os resultados do trabalho foram avaliados mediante a análise qualitativa e quantitativa dos mapas. Dessa forma verificou-se, entre outros resultados, que os mapas finais foram maiores, mais complexos e com mais ramificações quando comparados aos mapas iniciais. Concluiu-se que os mapas foram importantes na promoção do processo de ensino e aprendizagem, visto que os alunos tiveram melhor aproveitamento da disciplina e maior facilidade para resolução das provas.

Palavras-chave


mapa conceitual; aprendizagem significativa; ensino e aprendizagem

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.v9i1.2396

Direitos autorais



Dialogia

e-ISSN: 1983-9294
ISSN: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Dialogia ©2020 Todos os direitos reservados.