Notas sobre o Ensino de Filosofia como Problema Filosófico

Patrícia Del Nero Velasco

Resumo


Tradicionalmente estabeleceu-se uma dicotomia entre o que se entende por filosofia, o que se deve ensinar e o como se ensina. Haveria, pois, uma ordem filosófica (determinada pelas temáticas e pelos conteúdos) e outra ordem pedagógica (marcada pelas metodologias e pelas didáticas), cuja junção garantiria o ensino filosófico. Este, por sua vez, abordado como questão educacional e não como problema de investigação filosófica. O presente artigo junta-se às demais reflexões que, contrárias à perspectiva supracitada, buscam discutir filosoficamente o ensino de filosofia. Especificamente, as linhas que seguem têm como objetivo apresentar alguns argumentos que procuram justamente fundamentar essa perspectiva, a saber, a de defender o ensino de filosofia como problema filosófico.

Palavras-chave


Ensino de filosofia; Problema filosófico; Professor-filósofo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.N13.2748

Direitos autorais



Dialogia

e-ISSN: 1983-9294
ISSN: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Dialogia ©2020 Todos os direitos reservados.