A andarilhagem da Filosofia endereçada ao universo institucional

Leoni Maria Padilha Henning

Resumo


Resumo – O presente texto tem por finalidade discutir a problemática do ensino de Filosofia, levando em consideração a característica histórica irreverente e livre da Filosofia e a sua difícil acomodação no contexto institucional escolar. Tenta contribuir para o entendimento desse problema, o qual julga ser central, a partir de uma discussão quanto aos objetivos da Filosofia na formação educacional da juventude, tomando por base a LDB/1996 e outros autores. Contudo, alerta para que os filósofos comprometam-se com um claro entendimento da ambientação escolar em que exercem o seu trabalho para que tenham maior clareza das suas possibilidades, dos seus limites e das importantes contribuições que podem propiciar na formação da juventude.

Palavras-chave


Ensino de Filosofia; Educação Escolar; Formação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.N15.2754

Direitos autorais



Dialogia

ISSN da versão online: 1983-9294
ISSN da versão impressa: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.