Brincadeira costurada

Alessandra Ancona de Faria

Resumo


Este artigo se propõe a discutir o papel do jogo teatral na formação de professores, ressaltando a relevância do contato corporal para que ocorra o aprendizado. Apresenta proposta de formação de professores que explora a corporeidade na vivência de jogos teatrais, investigando a importância da percepção e da comunicação proveniente do contato corporal. Discute os conceitos de foco e presença para uma melhor compreensão dos aspectos que a improvisação possibilita ao trabalho docente. Ressalta, partindo de alguns exemplos, maneiras pelas quais diferentes propostas permitiram uma nova visão sobre a docência já realizada, para cada uma das professoras participantes desta formação. Finaliza identificando aspectos que demonstram que conhecer a maneira pela qual o próprio corpo pode se expressar, além dos diálogos estabelecidos com os corpos parceiros pode permitir um novo entendimento da importância de incluirmos o corpo no aprendizado, na educação e na escola.

Palavras-chave


Corpo, Formação de professores, Pedagogia do Teatro, Jogos Teatrais, Criação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.N18.3059

Direitos autorais



Dialogia

e-ISSN: 1983-9294
ISSN: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Dialogia ©2020 Todos os direitos reservados.