A escola nas diferenças

Luciana Pacheco Marques

Resumo


No texto nos propusemos a problematizar a produção de mesmidades pela escola, pensando a Educação como possibilidade de conviver nas diferenças, como “tempoespaço” de não conformismo, de não tolerância, como criação de uma outra Pedagogia. Apontamos a geração das desigualdades pelas políticas de ação afirmativa, propondo uma política das diferenças. Apresentamos um espaço de negociação entre a educação intercultural e a educação inclusiva como possibilidade para o diálogo entre as diferenças; e uma perspectiva curricular para as diferenças, propondo um “currículo encarnado”, que traga a vida de volta para a escola, uma vida decente. Propomos a ruptura com a visão de escola que apenas reproduz uma dada cultura e formas de organização hegemônicas e a reflexão sobre a complexidade das relações estabelecidas neste “tempoespaço”, para que se permita a “comunhão” nas diferenças.

Palavras-chave


Escola; Diferenças; Currículo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.N15.3753

Direitos autorais



Dialogia

e-ISSN: 1983-9294
ISSN: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Dialogia ©2020 Todos os direitos reservados.