Processos cognitivos, criativos e sociais no desenvolvimento e aprendizagem em educação inclusiva

Neli Klix Freitas

Resumo


O artigo propõe-se a abordar tópicos específicos segundo o aporte de Vygotsky e explorar suas intersecções com a educação inclusiva. São retomados processos teóricos propostos pelo autor em uma trama conceitual intrincada, que relaciona os processos cognitivos e criativos, bem como o papel da cultura na constituição social do sujeito. Propõe-se a abordar também a importância das interações sociais e da mediação no ensino, na aprendizagem e desenvolvimento humano. O texto assinala para a relevância desse conhecimento na formação de professores e no planejamento de ações educativas em escolas com educação inclusiva. A inclusão emanada de políticas públicas e da legislação, e que resulta no direito ao ensino regular tem possibilitado aos alunos com necessidades educativas especiais o acesso à qualificação, com implicações para o debate sobre o desenvolvimento humano nas escolas.
Palavras-Chave: Processos Cognitivos e criativos; Desenvolvimento Humano; Educação Inclusiva.

Palavras-chave


processos cognitivos e criativosesenvolvimento humano;educação inclusiva

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.N17.3954

Direitos autorais



Dialogia

ISSN da versão online: 1983-9294
ISSN da versão impressa: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.