Conhecimentos e disciplinas escolares: reflexões sobre a construção social do currículo na educação básica

Maria Cristina Ferreira dos Santos

Resumo


Com o desenvolvimento dos sistemas de ensino, as disciplinas tornaram-se elementos hegemônicos da organização formal do currículo escolar. Estudos sobre a constituição das disciplinas escolares nos auxiliam a compreender a produção curricular na educação básica como um construto sócio-histórico, em que cabe investigar os objetivos, conhecimentos, metodologias e avaliações em articulação com o contexto social e nas relações que as disciplinas escolares estabelecem com as disciplinas de referência e as finalidades sociais. Este trabalho pretende contribuir para o debate sobre o currículo escolar investigando as noções de disciplina, conhecimento e cultura escolar e buscando refletir sobre os elementos constitutivos do conhecimento e das disciplinas escolares, assim como sobre o papel dos professores e da comunidade disciplinar na construção social do currículo. Para isso apoiamo-nos nos referenciais teórico-metodológicos de Ivor Goodson (1983, 1995, 1997), Andrè Chervel (1990), Dominique Julia (2001 e 2002) e Antonio Viñao (2008) sobre as disciplinas e culturas escolares; Jean Claude Forquin (1992, 1993) e Andrè Chervel (1990) sobre os traços morfológicos e estilísticos dos conhecimentos e os elementos constitutivos das disciplinas; e Alice Casimiro Lopes (1999, 2007, 2008) com as noções de conhecimento escolar e disciplinas escolares. Assumindo a perspectiva de que os conhecimentos legitimados na escola são resultantes de disputas e tensões em campos distintos das ciências de referência, consideramos que as disciplinas escolares são um construto próprio da escola.  As disciplinas escolares apresentam características que as aproximam das científicas e acadêmicas, mas também se distanciam destas, pois atendem a finalidades sociais específicas, que reconfiguram sua organização e conferem diferente hierarquização de objetivos e valores relacionados às finalidades educativas, na dimensão da cultura escolar. Entendemos que o conhecimento escolar se ajusta à rotinização e ritualização das práticas escolares e tem as marcas da organização nas diferentes disciplinas em anos ou séries e da divisão do tempo entre as disciplinas no horário da escola, apresentando traços característicos presentes em produtos escolares e relacionando-se intimamente às disciplinas escolares. Atentamos também para a importância do papel dos professores e da comunidade disciplinar na constituição das disciplinas, considerando que estes atores sociais produzem e organizam o conhecimento escolar em determinado contexto sócio-histórico. 

Bibliografia Básica 

CHERVEL, Andre. História das disciplinas escolares: reflexões sobre um campo de pesquisa. Teoria e Educação, n. 2, Porto Alegre, 1990, p. 177-229.

FORQUIN, J. C. Saberes escolares, imperativos didáticos e dinâmicas sociais. Teoria & Educação”, n. 5. Porto Alegre: Pannonica Editora, 1992.

FORQUIN, J. C. Escola e cultura: as bases sociais e epistemológicas do conhecimento escolar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

GOODSON, Ivor F.  School Subjects and Curriculum Change. Croom Helm Curriculum Policy and Research Series. 1983.

GOODSON, Ivor F. Currículo: Teoria e História.  Petrópolis: Vozes, 1995.

GOODSON, Ivor F. A Construção Social do Currículo. Coletânea de textos de Goodson organizada por Antônio Nóvoa. Lisboa: Educa, 1997.

JULIA, Dominique. A cultura escolar como objeto histórico. Revista Brasileira de História da Educação v.1, n. 1, Campinas, jan./jun. 2001, p. 9-43.

JULIA, Dominique. Disciplinas escolares: objetivos, ensino e apropriação. In: LOPES, Alice Casimiro Ribeiro; MACEDO, Elizabeth. (Org.) Disciplinas e integração curricular: história e políticas. Rio de Janeiro: DP & A, 2002.

LOPES, Alice Casimiro Ribeiro. Conhecimento escolar: ciência e cotidiano. Rio de Janeiro: EdUERJ, 1999.

LOPES, Alice Casimiro Ribeiro. Currículo e Epistemologia. Ijuí: Ed. Unijuí, 2007.

LOPES, Alice Casimiro Ribeiro. Políticas de integração curricular. 1. ed. Rio de Janeiro: EdUERJ / FAPERJ, 2008.

 

VIÑAO, Antonio. A história das disciplinas escolares. Revista Brasileira de História da Educação, n.18, set/dez. 2008, p. 174-214.



Palavras-chave


disciplinas escolares; conhecimento escolar; cultura escolar; comunidade disciplinar

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.N20.5071

Direitos autorais



Dialogia

e-ISSN: 1983-9294
ISSN: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Dialogia ©2020 Todos os direitos reservados.