O currículo oficial paulista no contexto das teorias crítica e pós-crítica da educação

Celso do Prado Ferraz de Carvalho

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar o currículo oficial paulista tendo como referência as teorias críticas e pós-criticas da educação. Em um primeiro momento apresentamos a dimensão dessas teorias, a análise que fazem sobre o papel da escola no mundo contemporâneo e a presença dos diferentes autores no debate. Objetivamos explicitar a contribuição que essas teorias trouxeram para o debate educacional e, especificamente, para o debate curricular. A seguir, apresentamos o currículo oficial paulista, suas diretrizes, premissas e fundamentos.  Na sequência estabelecemos as possíveis leituras  do currículo paulista, tendo como referência as categorias e conceitos que fundamentam as teorias críticas e pós-críticas da educação.


Palavras-chave


currículo; ideologia; hegemonia; cultura; identidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.N20.5206

Direitos autorais



Dialogia

e-ISSN: 1983-9294
ISSN: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Dialogia ©2020 Todos os direitos reservados.