Intenções políticas na educação: possibilidades de cidadania nacional e europeia em Portugal

Sara Filipa Pinheiro, Eunice Macedo, Helena Costa Araújo

Resumo


O debate sobre cidadania nacional e europeia insere-se nas práticas contemporâneas das sociedades da União Europeia (UE) e do mundo global, além da Europa. A sua relação com a educação assenta numa lógica interativa que se diz direcionada à partilha de perspetivas. Ao nível político incentiva-se o respeito e a aceitação da diversidade na busca de uma UE unida na sua pluralidade cultural. Com a intenção de potenciar e desenvolver o exercício da cidadania, este artigo analisa documentos nacionais e da UE, que se referem às e aos jovens, pensando numa cidadania ativa, com voz e participação. Questiona-se a articulação entre as intenções políticas nestes documentos e a possibilidade de colocação em prática como modelo para jovens nos quotidianos escolares. O estudo na base deste artigo está a ser desenvolvido com jovens dos 15 aos 25 anos que frequentam uma Escola Profissional no Norte de Portugal.

Palavras-chave


Cidadania nacional; cidadania europeia; escola; jovens; educação profissional

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.N25.6456

Direitos autorais



Dialogia

ISSN da versão online: 1983-9294
ISSN da versão impressa: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.