As políticas públicas educacionais na formação de professores: avanços e recuos

Givanildo da Silva, Alex Vieira da Silva, Inalda Maria dos Santos

Resumo


O presente artigo busca refletir sobre a formação de professores no cenário das políticas públicas educacionais com ênfase na análise do PNE (2014-2024), especificamente, as metas 15, 16, 17 e 18; e nas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação Inicial e Continuada dos Profissionais do Magistério da Educação Básica - DCNs. A metodologia desenvolvida foi a partir da abordagem qualitativa, por meio da pesquisa bibliográfica e da análise documental. Como resultado, foi possível refletir que o PNE (2014-2024) e as DCNs são instrumentos relevantes para a concretização de políticas de formação inicial e continuada para os professores, necessitando, portanto, de uma articulação dos diferentes entes da federação nesse favorável campo da educação.


Palavras-chave


Políticas Públicas Educacionais. Formação de Professores. Plano Nacional de Educação (2014-2024). DCNs.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.N25.6553

Direitos autorais



Dialogia

ISSN da versão online: 1983-9294
ISSN da versão impressa: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.